[ editar artigo]

Estimule o empreendedorismo da sua equipe para gerar inovação em seu negócio

Estimule o empreendedorismo da sua equipe para gerar inovação em seu negócio

A busca pela inovação é um objetivo recorrente e necessário nos dias de hoje, para a empresa se posicionar de uma forma diferenciada no mercado.

Uma das formas da empresa buscar a inovação, é por meio de sua equipe de colaboradores.

Os colaboradores que analisam o cenário atual, buscam novas ideias e promovem transformações são chamados intraempreendedores. São pessoas que possuem atitude empreendedora.

Para que esse processo ocorra da maneia apropriada, é necessário investir na criação de um ambiente favorável, a criação de uma cultura organizacional que estimule, permita e

 Para que esse clima organizacional favoreça o surgimento do intraempreendedor, é preciso incentivá-lo não apenas a contribuir com novas propostas, mas oferecer condições que essas ideias sejam realizadas e efetivadas. Para tal, a confiança e liberdade são fundamentais. Confiança e liberdade não somente para reconhecimento dos resultados, mas também das possibilidades e testes, que por vezes não tem êxito.

Um exemplo de produto inovador originado pelo intraempreendedorismo é o PLAYSTATION, DA SONY, que era conhecida como fabricante de aparelhos de som, e era contra a entrada no mercado de jogos. Um jovem colaborador chamado Ken Kutaragi resolveu trabalhar, por conta própria, em um chip de som para o que viria a ser o videogame 16-bits da Nintendo. O que era algo sem importância para a Sony avançou para o que conhecemos como a marca Playstation, um videogame que marcou gerações.

Artigo da Endeavor relaciona 10 passos para fomentar a cultura empreendedora:

  1. Aplique uma pesquisa de clima com seu time. Pergunte aos colaboradores o quanto eles se sentem verdadeiramente donos do seu papel na empresa, peça sugestões.
  2. Procure no seu time as pessoas com perfil chave para disseminar a cultura intraempreendedora, reúna essas pessoas para uma roda de debates, mas tenha cuidado, não desmereça aqueles que não forem convidados para o grupo.
  3. Crie um canal aberto de ideias com todo o time. Utilize uma ferramenta visível, como cartazes e post-its disponíveis nas paredes, incentivando-os a utilizar essas ferramentas.
  4. Crie um funil de ideias. Ressalte as ideias do time que tiveram uma continuidade. Mostre quais estão em andamento e quais foram implementadas.
  5. Aplique o PDCA, ferramenta da qualidade utilizada no controle do processo para a solução de problemas, na sua empresa. Utilize uma ferramenta que incentive o time a discutir objetivos de curto prazo, como os OKRs (sigla para Objetives  and Keys Results).
  6. Analise periodicamente o seu papel. Você é um chefe ou um líder? Você sabe como ser um bom líder? Você distribui broncas ou mapeia planos de desenvolvimento individuais?
  7. Convide pessoas inspiradoras de outros lugares para palestrarem na empresa. Isso é importante para que todos tenham uma visão além das paredes da organização.
  8. Implante um Programa de Participação nos Lucros e Resultados. Você prefere ter 100% de uma fatia pequena do bolo ou 70% do bolo inteiro?
  9. Seja audacioso. Estipule, junto ao time, metas de crescimento relevantes.
  10. Delegue ...  um líder centralizador simplesmente mata a cultura intraempreendedora e inovadora.

Hoje (19/05) tive a oportunidade de assistir a uma LIVE da Sra. Luiza Helena Trajano, Presidente do Conselho do Magazine Luiza. Ela disse uma frase que resume a importância das pessoas no processo de intraempreendedorismo inovador: “Eu coloco as pessoas para serem protagonistas”.

Até a próximo post .....

O Sebrae está com atendimento 100% digital neste período. Mesmo de casa, vamos orientar você, com relação a sua empresa. Nos acione através dos seguintes canais: 🔵 WhatsApp / Chat / Facebook / E-mail 🔵

André Azevedo - Consultor do SEBRAE/PR - Londrina/PR. 

Empresas Inovadoras

Comunidade Sebrae
André Araujo de Azevedo
André Araujo de Azevedo Seguir

Consultor - Sebrae/Pr atuando na Regional Norte em Londrina (PR). Formado em Administração de Empresas, com especialização em Economia de Empresas, MBA em Gestão Executiva de Pequenos Negócios, e MBA em Gestão Industrial e Manufatura Enxuta.

Ler conteúdo completo
Indicados para você