[ editar artigo]

Impactando seu negócio pela Inovação Aberta

Impactando seu negócio pela Inovação Aberta

Quando falamos no desenvolvimento de novos produtos e melhorias de processo os mesmos, na sua grande maioria, ocorriam dentro de uma estrutura bastante rígida, onde P&D das empresas não falavam com outras áreas internas, tampouco com atores externos, como clientes, fornecedores, instituições de ensino e outros parceiros.

Entretanto, vários fatores têm levado à erosão deste modelo, que podemos chamar de inovação fechada, tais como:

  1. Valores investidos em P&D não estavam garantindo crescimentos e lucros sustentáveis
  2. Pequena quantidade de produtos com sucesso no mercado em comparação com produtos “jogados fora” pelas empresas.
  3. Aumento da disponibilidade e mobilidade de recursos humanos altamente qualificados, ou seja, inteligência fora dos laboratórios de P&D das empresas
  4. Disponibilidade de novos recursos, tornando possível que novas ideias sejam desenvolvidas em parceria com laboratórios privados, instituições de pesquisa, parceiros de negócio, etc.

Posto este cenário, com o surgimento e crescimento de novas formas de incorporação de tecnologias, desenvolvimento de produtos e integração entre departamentos/ parceiros de negócio, surge o que podemos chamar de Inovação Aberta.

Este conceito pode ser descrito como o processo no qual empresas, independente do seu porte, promovam ideias, desafios e pesquisas de forma aberta, buscando melhorar o desenvolvimento de seus produtos, entregar melhores serviços para os clientes e aumentar a eficiência do seu negócio.

É a combinação de ideias internas e externas no desenvolvimento de novas tecnologias, tanto em produtos como processos. Alguns dos aspectos que diferenciam a Inovação Fechada da Aberta são citados abaixo:

INOVAÇÃO FECHADA

  • As pessoas competentes trabalham para nós;
  • Para ter lucro através de P&D, precisamos fazer descobertas, desenvolvê-las e comercializá-las;
  • Se nós mesmos fizermos as descobertas, teremos condições de sermos os primeiros a introduzir no Mercado;
  • Ganha aquela empresa que coloca primeiro uma inovação no Mercado
  • Ganharemos se criarmos as melhores ideias na empresa;
  • Devemos controlar nossa PI (Propriedade Intelectual), de modo que nossos concorrentes não lucrem com as ideias.

INOVAÇÃO ABERTA

  • Nem todas as pessoas competentes trabalham para nós. Precisamos trabalhar com pessoas competentes dentro e fora da empresa;
  • P&D externo pode criar valor significativo, já o interno pode reivindicar uma porção desse valor;
  • Não temos necessariamente que criar a pesquisa para lucrarmos com a mesma;
  • Construir um modelo de negócio é melhor do que chegar primeiro ao mercado;
  • Ganharemos se fizermos o melhor uso das ideias internas e externas;
  • Devemos lucrar com outros usos de nossas PI e devemos adquirir outras desde que auxiliem para avançar nossos modelos de negócio.

Sou um entusiasta deste processo de inovação mas, para a mesma ser efetiva, deve haver uma mudança na forma como as pessoas veem a empresa e seu ambiente com os setores, se abrindo para ouvir seus parceiros internos (comercial, produção, marketing, RH, entre outros).

Além de evidente, estabelecer relação de cooperação com instituições de pesquisa, universidades, fornecedores e, principalmente, seus clientes, facilitando a inserção de novas tecnologias no mercado e agregando valor ao seu negócio.

Empresas Inovadoras

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você