[ editar artigo]

TED ou DOC, afinal, qual a diferença e quando devo usar?

TED ou DOC, afinal, qual a diferença e quando devo usar?

Você até pode ser o maior entendedor de assuntos da atualidade, mas, sempre bate aquela dúvida na hora de fazer a transferência, e aí, TED ou DOC?

Pois bem, eu te explico, de forma simples, a diferença entre essas duas transações bancárias.

  • TED e DOC são modalidades para transferência de dinheiro entre contas de bancos diferentes, não importa de onde ou como você faça essa operação, digital ou presencial.

Mas e aí, o que é TED?

TED significa Transferência Eletrônica Disponível, a efetivação da transferência acontece no mesmo dia da operação e o dinheiro já fica disponível para o destinatário.

Porém, existe algumas regras, normalmente, se a transferência acontecer até às 17h (horário de Brasília) em até 90 minutos cairá na conta destino, às vezes pode levar um pouco mais de tempo, mas cai no mesmo dia. Agora, se a transferência acontecer após às 17h, o valor transferido chegará em seu destino apenas no próximo dia útil.

O TED não possui valor mínimo nem Máximo para transferência, e suas tarifas são variáveis conforme instituição bancária. Algumas contas digitais (fintechs) não cobram por esse serviço, e algumas instituições trabalham com tarifas diferentes quando a transição é feita na agência ou na conta eletrônica.

E o que significa DOC?

DOC é Documento de Ordem de Crédito, diferente do TED, a efetivação da transação não acontece no mesmo dia, ela irá acontecer apenas no próximo dia útil, isso para transferências feitas até às 22h, passado esse horário, conte mais um dia útil para efetivação da transferência e crédito na conta destino.

O DOC permite o valor máximo de R$4.999,99 para transferência e não estipula um valor mínimo para ser enviado pela operação. As tarifas também variam conforme instituição bancária, você pode acessar o site da Febraban e conferir as tarifas do seu Banco.


Por que eu devo escolher entre TED ou DOC?

Além dos valores cobrados pelas agências bancárias serem diferentes para essas modalidades e normalmente o DOC ser mais barato, algumas características determinam qual será mais viável para você utilizar:

Para realizar um DOC ou TED você precisa ter essas informações em mãos:

  • Nome completo de quem irá receber o dinheiro;
  • CPF ou CNPJ do destinatário;
  • Tipo de conta - corrente ou poupança;
  • Valor a ser transferido;
  • Dados bancários - agência, conta e código do banco.

Você pode acessar o site da Febraban e pesquisar o código do Banco caso não saiba.

Tudo bem Marcela, já entendi, mas, por que eu preciso saber disso?

Bem simples, sabendo qual tipo de transferência usar você evita cobranças abusivas, erro na transferência e tempo de espera desnecessário.


E você, já teve dúvida em qual dessas modalidades de transferência escolher?

Deixe nos comentários quais são suas dúvidas e quais outras siglas te confundem.

 

Finanças e Tributos

Comunidade Sebrae
Marcela Lazzeri
Marcela Lazzeri Seguir

Secretária Executiva, MBA em Controladoria e Gestão Financeira. Assistente Administrativo e Apoio a Projetos no escritório de Toledo - Sebrae/PR.

Ler conteúdo completo
Indicados para você