[ editar artigo]

Análise vertical e horizontal para tomada de decisão

Análise vertical e horizontal para tomada de decisão

A contabilidade ainda é vista como apenas para atender as demandas fiscais e gerar tributos. No entanto, os demonstrativos contábeis podem auxiliar o empresário na tomada de decisão, mas para isso analises aprofundadas precisam ser feitas. Isso porque apenas olhando o demonstrativo não conseguimos absorver tudo que aqueles números podem oferecer. Mas antes de entrar nas análises propriamente ditas vamos conceituar os dois principais demonstrativos contábeis.

Balanço patrimonial é como se fosse a foto da empresa em determinado período. Sua estrutura consiste em dois lados com igual valor, o lado do ativo contém os bens e direitos e o lado do passivo + patrimônio líquido as obrigações. Veja abaixo a estrutura do BP:

Enquanto o balanço patrimonial é mais complexo e normalmente é feito por contador a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) é mais popular e pode ser feita por qualquer pessoa. Esse demonstrativo traz muitas informações relevantes e todos os empresários deveriam fazê-lo de forma gerencial. Ela consiste basicamente em confrontar a receita com custos e despesas para chegar no resultado líquido de um período.

Abaixo um modelo de DRE: 

Agora que já apresentamos nossos demonstrativos bases vamos para as análises. As primeiras análises que trataremos são as horizontais e as verticais. A análise vertical mostra em termos percentuais quanto cada conta representa em relação ao todo. Para exemplificar, se em uma DRE a conta custos dos produtos vendidos representa 50% das receitas isso significa que sobra apenas 50% para pagar todas as outras despesas e ainda ter lucro. A fórmula a ser utilizada é a seguinte AV = ( valor do item / valor da base de cálculo ) x 100.

Já a análise horizontal compara a conta com ela mesma ao longo do tempo, pode ser feita comparando meses ou anos dependendo da necessidade e da informação que precisa gerada. Então se comparar a conta venda de mercadorias nos meses janeiro, fevereiro e março perceberá se teve aumento ou redução, como eu disse acima com os indicadores fica mais fácil perceber as mutações que ocorrem nas contas. Fórmula AH = [ ( valor atual / valor base ) – 1 ] x 100.

 Claro que analisar uma conta isolada ou apenas um indicador não é efetivo, serão apresentados outros indicadores que complementaram esses em novas postagens, continue nos acompanhando para conferir.

Curta esse post e conte para nos comentários nós o que achou 💙

Se você ainda não faz parte da Comunidade de Finanças, não perca tempo e vem participar com a gente!

Finanças e Tributos

Ler conteúdo completo
Indicados para você