[ editar artigo]

Ciclo Econômico, Operacional e Financeiro

Ciclo Econômico, Operacional e Financeiro

Hoje no Brasil foi inserida a cultura do crédito. As pessoas estão se endividando cada vez mais por ter o pensamento de que pequenas parcelas cabem no seu bolso, mas não analisam o montante das dívidas que vão se acumulando.

Logo, essa cultura reflete diretamente nas empresas porque quanto mais se oferece de prazo para cliente mais ele aceita, as vezes até tem dinheiro para pagar à vista, mas se vê a oportunidade de parcelar ele assim o faz por costume.

Pay Me Kim Kardashian GIF by GQ - Find & Share on GIPHY

Enquanto para as pessoas físicas ter muitos parcelamentos pode ser prejudicial por causa do descontrole financeiro para as empresas quanto mais crédito elas têm com os fornecedores melhor. A ideia aqui é sempre trabalhar com o dinheiro de terceiros e evitar que o cliente fique tanto tempo sem pagar pelos produtos ou serviços. Esse conceito tem justificativa e logo mais iremos mostrar.

Quando o empreendedor está na correria do dia-dia-dia e sem informações não percebe que em certos momentos precisa bancar a empresa com capital próprio ou com capital de terceiros que muitas vezes gera juros (bancos). 

Escuta-se muito dos empresários que estão sem capital de giro, muitas vezes eles não entendem porque isso acontece sendo que estão vendendo bem, por isso é sempre importante analisar os ciclos da empresa.

Post de Base no fórum "Mercado da bola" do Meu Timão

O primeiro ciclo a se considerar é econômico que é o período em que a mercadoria permanece na empresa. Então se é uma indústria por exemplo, esse ciclo começa na compra da matéria-prima e se encerra no momento da venda do produto acabado. Para encontra-lo é bem simples CE = Prazo médio de estocagem (PME) esse por sua vez também tem uma fórmula PME = (estoque médio/custo da mercadoria vendida) / 360, dessa forma se uma empresa tem um estoque médio de 22.000,00 e CMV de 30,00 teremos assim PME = (22.000,00/30,00) /360 = 2,03 ou seja, 2 dias de estoque em média.

O segundo ciclo é o operacional que é o intervalo de tempo que empresa leva para completar toda a parte de operações, isto é desde a compra da matéria-prima até o recebimento do cliente. Ele também tem uma fórmula para facilitar nossa vida CO = ciclo econômico (CE) + prazo médio de contas a receber (PMCR).

E o fechamento fica por conta do ciclo financeiro que é o intervalo de tempo entre o pagamento de fornecedores e o recebimento das vendas. É nesse momento que vemos que estamos sem capital de giro, mas como visto acima muitas coisas devem ser consideradas e analisadas para evitar esses furos de caixa. Fórmula CF = ciclo operacional (CO) – prazo médio de pagamento de fornecedor (PMPF)

Vamos para um exemplo, a empresa Luz LTDA após levantamento constatou que mantem as mercadorias em estoque por 35 dias em média, tem uma média de recebimentos de 60 dias e a média de pagamento de fornecedores é de 30 dias.

CICLO ECONÔMICO

CE = PME

CE= 35 dias

CICLO OPERACIONAL

CO = PME + PMCR

 CO = 35 dias + 60 dias

 CO = 95 dias

CICLO FINANCEIRO

CF = CO – PMPF

CF = 95 dias – 30 dias

CF= 65 dias

                                    O que podemos concluir com isso?

Que em um ano a empresa gira 5 vezes e meia e que depois de pagar os fornecedores a empresa começa a utilizar capital próprio para financiar as atividades, e em cenário mais desfavorável ainda utiliza capital de terceiros.

 Algumas dicas para sair dessa situação é negociar com fornecedores para aumentar os prazos de pagamento ou procurar novos fornecedores, estimular os clientes a comprar à vista ou em poucas parcelas.

Curta esse post e conte para nos comentários nós o que achou 💙

Se você ainda não faz parte da Comunidade de Finanças, não perca tempo e vem participar com a gente!

 

 

 

Finanças e Tributos

Ler conteúdo completo
Indicados para você