[ editar artigo]

Custos e preço de venda na indústria

Custos e preço de venda na indústria

Entender os reais custos da empresa e saber formar um preço de venda corretamente é essencial para as Indústrias.

Para calcularmos o preço dos produtos colocados à venda devemos além de conhecer nossos custos e despesas, ou seja, nosso custo interno, devemos também verificar o preço praticado na concorrência, pois, nossos clientes estão pesquisando preços e procurando qualidade, tanto dos produtos quanto do atendimento. 

Assim, os preços calculados através de fórmulas servirão apenas como um referencial para comparação com os de mercado. Isso não significa dizer que não devamos calculá-los, ao contrário, esse cálculo nos dará um parâmetro para avaliarmos se a nossa estrutura de custos nos permite ser competitivos.

O preço de venda precisa sempre ser revisto, seja por aumento no preço de compra dos produtos, por exigência dos consumidores ou pela concorrência, e assim, se enquadrar nas regras do mercado.

 

Antes de explicar sobre o preço, é importante entender alguns conceitos:

Custos Fixos – São todos os gastos que não variam em função dos volumes produzidos;

Custos Variáveis – São gastos que variam proporcionalmente aos volumes produzidos.

Custos Diretos – São gastos que podem ser apropriados diretamente ao produto ou ao serviço.

Custos Indiretos – São gastos que para serem incorporados aos produtos ou aos serviços utilizam um critério de rateio, também são chamados de despesas (por não terem ligação direta com a produção).

O preço de venda ideal é aquela que cobre todos os custos e despesas e ainda sobre o lucro, deve ser competitivo e na medida do possível ser melhor que o da concorrência, deve permitir a manutenção do cliente e a expansão das vendas.

Para facilitar o entendimento da apuração do preço de venda, vamos considerar que a empresa está fabricando uma camisa, o material utilizado na produção é o informando no quadro abaixo, os valores devem ser extraídos das notas fiscais de compra, foi excluído o impostos recuperáveis, no caso o ICMS:

 

 

A quantidade de peças produzida por mês na empresa é de 4.000 unidades.Assim, devemos Calcular o Fixo Unitário, ou seja, quanto cada unidade produzida deve contribuir para pagamento do custo fixo, para tanto vamos utilizar a seguinte fórmula:CFU = CFM / Qt. Peças produzidas

CFU = R$ 10.122,00 / 4.000
CFU = 2,53

Os Custos Variáveis de Venda (CVV) são os seguintes:

Margem de lucro - ML

É o lucro esperado pelo empresário, após pago todos os custos. Para fixação da margem de lucro a empresa deverá ficar atenta, e verificar também o preço praticado pelo mercado. No nosso exemplo vamos utilizar uma margem de lucro de 15%.

 Com base nos dados acima vamos calcular o preço de venda, aplicando a seguinte fórmula;

PV = CVP + CFU 

        1 – ((CVV+lucro)/100)

 Aplicando a fórmula temos:

PV = R$ 48,68+ R$ 2,53

             1 – ( ( 26,43 + 15,00)/100)

PV = 51,21         1- 0,41 

PV = 51,21           0,59 

 

Desta forma, o preço de venda da camisa é de R$ 86,80

É suma importância conhecer todos os elementos, as ferramentas e as estruturas de custos e preço de venda, notadamente num momento que o mercado é quem estabelece o valor que está disposto a pagar pela aquisição dos bens. É importante também verificar o regime tributário adotado na empresa para cálculo das alíquotas dos impostos e contribuições, assim, é recomendável consultar o contador da empresa para obter esses dados de forma mais detalhada.

Destacamos que a prioridade máxima na realização da venda é o convencimento de seu cliente, pois é ele quem determinará se realmente o seu preço é justo, por isso, além de calcular o preço de venda de forma correta gerando lucros para empresa, é também necessário verificar o preço praticado pelos concorrentes.

E aí, gostou da publicação?

Conta para a gente o que achou nos comentários e continue nos acompanhando 😉

Se você ainda não faz parte da Comunidade de Finanças, não perca tempo e vem participar com a gente!

Fonte: www.sebrae.com.br

Finanças e Tributos

Comunidade Sebrae
Mariana Carvalho
Mariana Carvalho Seguir

Consultora do SEBRAE/PR | Especialista em Gestão Financeira | Especialista em Gestão Empresarial | Especialista em Controladoria | Head da Comunidade Sebrae de Finanças e Tributos | Mentora de Educação Financeira

Ler conteúdo completo
Indicados para você