[ editar artigo]

Quarentena - Aumento dos gastos nas empresas

Quarentena - Aumento dos gastos nas empresas

Empresas aumentaram os gastos com delivery, celular e internet durante a quarentena

Pesquisa feita pelo VExpenses - empresa de gestão de reembolsos corporativos - analisou o perfil de gastos em diferentes categorias de mais de 600 empresas, no período de janeiro a agosto deste ano, e indicou mudanças nos hábitos financeiros na quarentena.

Um levantamento com mais de 600 empresas de diferentes tamanhos e setores, realizado pela fintech VExpenses, detalha a mudança no comportamento das categorias dos gastos corporativos durante a quarentena.

Os maiores aumentos ocorridos durante o período de abril a agosto de 2020, em comparação com janeiro a março do mesmo ano, foram nos gastos para custear despesas com deliverys, conta de celular e internet dos funcionários que estavam em home office.

Antes da quarentena, as categorias mais frequentes eram as de hospedagem, alimentação e deslocamento.

Porém, durante o período mais rígido de quarentena - de abril à agosto de 2020 - os volumes desses tipos de despesas sofreram quedas, apresentando redução de 9% para as categorias de hospedagem e alimentação, e de 10% para os gastos com deslocamento.

No entanto, entre os gastos corporativos que apresentaram queda na quarentena, os mais expressivos ocorreram dentro da categoria deslocamento.

As subcategorias Táxi/Uber e Passagens Aéreas apresentaram queda de 53% e 69%, respectivamente.

Enquanto isso, as categorias delivery, celular e internet apresentaram aumentos expressivos de 306%, 108% e 116% em relação às quantidades de despesas apresentadas nos relatórios de prestação de contas do período pré-quarentena.

Diz Thiago Campaz, CEO do VExpenses:

A quarentena fez com que muitos gargalos dos processos operacionais e financeiros das empresas fossem enfatizados. E isso é tudo o que os resultados da pesquisa nos mostram.

A mudança no perfil do comportamento financeiro corporativo também se refletiu em outras categorias de despesas. 

Enquanto as despesas de categorias tradicionais, como alimentação e deslocamento, sofreram quedas, as categorias de gastos com materiais de escritório e despesas com serviços postais aumentaram 39% e 58%, respectivamente, durante a quarentena. 

Thiago Campaz, diz?

Já esperávamos uma mudança no perfil financeiro das empresas durante a quarentena, mesmo assim o resultado da pesquisa nos surpreendeu. Os resultados nos ajudaram a afirmar que o futuro do mercado corporativo exige, cada vez mais, a adoção de ferramentas que permitam tornar os processos operacionais remotos, otimizados e independentes.

Porém, não foi apenas o perfil financeiro das empresas que mudou. O aumento da tendência à adesão ao novo modelo de trabalho pelas empresas, mesmo após o fim da quarentena, levou essas companhias a buscar soluções que funcionassem remotamente.

Nesse período de quarentena, o VExpenses afirma que houve um aumento no interesse e na maturidade das companhias que buscavam por sua solução de gestão de reembolso corporativo.

Afirmou Campaz:

As empresas sabiam o que buscar. Queriam ferramentas que permitissem continuar a rotina do escritório e que, ao mesmo tempo, otimizassem seus processos administrativos. E nós estávamos prontos para solucionar os problemas financeiros dessas empresas com as nossas soluções.

O faturamento mensal da companhia apresentou um salto de 50% em comparação ao início da quarentena. No momento atual, a empresa está se preparando para um cenário futuro otimista, com o aumento de sua base de clientes, abriu novas oportunidades de emprego para integrar seu time e conseguir continuar oferecendo um serviço de alta qualidade.

Finanças e Tributos

Comunidade Sebrae
VExpenses Reembolsos Corporativos
VExpenses Reembolsos Corporativos Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você