[ editar artigo]

Gestão Financeira na Prática

Gestão Financeira na Prática

Certamente que o objetivo de muitos empresários é organizar os controles e as finanças de suas organizações e empresas e que, em muitos casos já foram feitas várias tentativas sem o sucesso esperado.

Promessas já foram feitas e processos de organização dos controles financeiros já foram iniciados e, por diversos motivos chegaram ao seu final e sem o resultado esperado, por que isso acontece?

Esses últimos 20 anos da minha carreira foram dedicados a implantação de uma cultura de Gestão e implantação de controles financeiros nas empresas, e é notório que a principal causa do fracasso na implantação desses controles é a terceirização do empresário/gestor da empresa para um colaborador, que muitas vezes é capacitado, mas que não tem autonomia e/ou não é “respeitado” pelo próprio empresário que o contratou, você com certeza já ouviu o ditado: “ Quem não sabe fazer, não sabe cobrar”.

Através deste artigo quero de forma simples e objetiva elencar os principais pontos que devo seguir para a implantação dos controles financeiros e para tenham sucesso em sua empresa.

Pontos importantes para o sucesso na Gestão Financeira:

  • O profissional/Empresário deve definir um Salário Fixo, assim as sobras realmente se tornam lucro para a empresa para fazer frente aos investimentos;
  • Contratar um Profissional específico para a área financeira e não utilizar a equipe administrativa, ou a " secretária " para executar as tarefas financeiras;
  • Realizar uma Reunião semanal com o responsável financeiro e sua equipe de colaboradores;
  • Investir em Tecnologia através de equipamentos e softwares;
  • Implantar os Controles Financeiros Básicos e monitorar os mesmos, que são o caixa, banco, contas a receber, contas a pagar e em alguns casos o estoque;
  • Implantar os Controles Financeiros Gerenciais e realizar as análises pelo menos uma vez por mês, principalmente o demonstrativo de resultados do exercício;
  • Criar Indicadores Econômicos e Financeiros, sem deixar de esquecer dos indicadores de Gestão, RH e MKT, que complementam a análise;
  • Finalmente se possível contratar um Consultor Especialista na área.

Concluindo lembre-se que a atitude, o comprometimento e monitoramento são fundamentais, além de ser o exemplo para todos na equipe.

Em um próximo artigo vamos discutir sobre os resultados, os acertos, os erros e as decisões que devem ser tomadas para manter nossa empresa saudável.

 

Sidebel Serrato, consultor de gestão e finanças.

consultoria@sercomtelcom.br

Corecon 6283-9

Finanças e Tributos

Comunidade Sebrae
Sidebel Da Silva Serrato
Sidebel Da Silva Serrato Seguir

Economista formado pela UEL – Universidade Estadual de Londrina, especialista em estratégias financeiras e gestão nas organizações. Atua há mais de 20 na área de consultoria financeira e Gestão, instrutor e consultor credenciado do Sebrae/PR.

Ler conteúdo completo
Indicados para você