[ editar artigo]

Lucro operacional: descubra se o seu negócio é saudável e lucrativo

Lucro operacional: descubra se o seu negócio é saudável e lucrativo

Com a finalidade de administrar bem as finanças do seu negócio, é necessário fiscalizar de perto todos os aspectos da gestão. E um dos principais pontos a serem verificados regularmente é se sua empresa tem lucro operacional. Este informação é importante para evitar que seu negócio venha gerar prejuízo.

A partir deste artigo, esclareceremos se o seu negócio possui lucro operacional, e como avaliar se ele está adequado do ponto de vista contábil, além de verificar quais as diferenças do lucro para a lucratividade.

Sua empresa tem lucro ou prejuízo?

O lucro e o prejuízo são conceitos amplamente conhecidos e que podem ser verificados na demonstração do resultado do exercício (DRE) de um negócio, estes conceitos demonstram o resultado da comparação direta entre os custos e receitas de um determinado espaço de tempo em um negócio.

Pode se considerar que uma empresa possui lucratividade quando existe uma sobra entre o valor dos gastos que são essenciais para a sua atividade e o faturamento total.

Por outro lado, o prejuízo pode ser verificado quando os valores gastos para o funcionamento do negócio são superiores ao faturamento geral da empresa – se esta for a situação, a empresa pode estar passando por uma crise.

É importante observar se a empresa possui diferenças de faturamento sazonais, e verificar se há períodos de maior ou menor faturamento segundo a época do ano.

Diferenças entre lucro e lucratividade

Lucratividade possui conceito diferente do lucro. O cálculo para estabelecer a lucratividade de uma empresa é feito dividindo o lucro pelo faturamento.

E então fica o seguinte questionamento: a partir desta conta, como saber se o valor de lucratividade será suficientemente bom para manter seu fluxo de caixa saudável? Simples, através de uma básica comparação com outras empresas de mesmo tamanho e no mesmo setor, dessa forma é possível identificar se sua empresa está na média ou fora dela.

Gerenciando o lucro de sua empresa

A primeira coisa a se fazer é observar bem suas despesas para evitar custos desnecessários, além de avaliar a sazonalidade das despesas empresariais, isto é, identificar as épocas que ocorrem mais ou menos gastos e por quê.

Desta forma, será possível identificar custos que possivelmente estejam atrapalhando a lucratividade e entravando o crescimento empresarial como um todo – sendo possível cortar os gastos desnecessários.

É possível verificar gasto a gasto quais podem ser eliminados ou reduzidos – desde aspectos como o telefone, que se pode buscar diferentes empresas para utilizar até gastos como o aluguel do empreendimento que pode ser renegociado.

Também é necessário ter muito cuidados com os prazos da companhia e os pagamentos para evitar eventuais problemas de caixa ou tributo para o seu negócio.

O mais indicado é que você uma uma planilha ou um sistema automatizado de fluxo de caixa, para que um balanço geral seja realizado mensalmente – e não em períodos mais espaçados como muitas empresas fazem.

Esse controle é necessário para identificar quando medidas emergenciais precisam ser tomadas, bem como observar falhas e gargalos na companhia.

Finanças e Tributos

Comunidade Sebrae
Tiago Vicente
Tiago Vicente Seguir

Tiago Vicente é CEO e fundador do Controlle, solução para gestão financeira de pequenas empresas. Fundou também o Organizze, o principal aplicativo de finanças pessoais do país.

Ler conteúdo completo
Indicados para você