[ editar artigo]

Meu Auxílio Emergencial de R$600,00 foi aprovado. E agora?

Meu Auxílio Emergencial de R$600,00 foi aprovado. E agora?

O Empreendedor brasileiro, está enfrentando um período bem crítico e para reduzir estes impactos, o governo federal, estadual e municipal, tem implementado diversos programas, entre eles está o auxílio emergencial.

Instituído pela Lei n° 13.982, de 02 de abril de 2020, prevê o pagamento de um auxílio mensal, de R$ 600,00, por um período de três meses, aos trabalhadores que cumpram cumulativamente os seguintes requisitos:

  • Ser maior de 18 anos;
  • Não ter emprego formal;
  • Não receber os seguintes benefícios: Previdenciário, Assistencial, Seguro-desemprego, Programa de Transferência de Renda Federal (Bolsa Família não impede receber Auxílio Emergencial);
  • Renda familiar mensal é até R$ 522,50, por pessoa ou até R$ 3.135,00, renda familiar total;
  • Não receber rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70;
  • Exercer atividades em uma das seguintes condições: Microempreendedor Individual (MEI), Contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social, Trabalhador Informal.

 

Assim trabalhadores que cumprem os requisitos acima especificados, nos últimos dias estão aguardando o depósito do valor em suas contas e para que este auxílio cumpra com seu objetivo, consideramos muito importante, que este trabalhador tenha uma programação, um planejamento sobre o que fazer, o que priorizar.

Sabemos que muitos estão sem realizar vendas, prestar serviços, a mais de 30 dias, que em muitos casos o valor é irrisório diante de tantas obrigações. Mesmo assim é uma receita que está entrando para o caixa da empresa e pode ser utilizada de forma estratégica.

Sugerimos então, que antes de utilizar o valor, seja realizado um levantamento de obrigações, tudo o que precisará honrar nos próximos 3 meses, na sequência análise, dessas obrigações quais são passiveis de prorrogação e quais realmente são prioridade de pagamento para a continuidade de seu negócio.

Além disso tenha claro, que essa é somente uma fase de grandes adaptações e com ela grandes aprendizagens podem surgir, não se desespere, priorize. A fase exige contenção, exige um cuidado especial com as finanças suas e de sua empresa.

O planejamento financeiro é importante e em tempos de pandemia se torna prioridade máxima. Não saia “entregando” seu dinheiro aleatoriamente, pare, pense, planeje e por fim vá para a ação.

Ahh e tem inúmeros outros posts aqui na comunidade sobre fluxo de caixa, que tal coletar as dicas?

🔵 Atendimento Digital SEBRAE 🔵
WhatsApp / Chat / Facebook / E-mail ou 0800 570 0800 :)

 

 

Finanças e Tributos

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você