[ editar artigo]

Mexa-se !

Mexa-se !

 

Em pleno auge do COVID-19, este não é o momento para você ficar quietinho esperando a “coisa passar”!

O mundo vive uma pandemia com o domínio absoluto de um vírus, agora estão dizendo que na verdade é uma bactéria... bem, isso não interessa, o que importa mesmo é que, muito diferente das recomendações sanitárias para que todos que contenham... para o bem da sua empresa, eu digo: MEXA-SE !

Mas como?

Pra onde?

Porque?

Mexer-se é importante para você se reinventar, buscar maneiras para retomar sua geração de riqueza, vendendo e lucrando com seus produtos e/ou serviços.

Se, por conta dessa pandemia, seu mercado anda retraído, até mesmo anda fechado por imposições sanitárias, você precisa se reinventar, encontrar meios para ter algo que atenda as demandas do público, tal qual já fizeram outros...

  • Os restaurantes não podem servir em seus buffets... em troca estão vendendo via delivery;
  • As lojas não podem vender no seu ambiente físico... em troca estão vendendo pela internet;
  • Os artistas não podem mais reunir multidões para seus shows... em troca estão vendendo shows pela internet;
  • As confecções não estão vendendo roupas... em troca estão vendendo máscaras.

Fico pensando comigo, o que esses tipos de negócios abaixo relacionados poderiam fazer para se reinventar?

  • Casas de shows noturnos – os chamados bailões
  • Salões de beleza
  • Academias
  • Escolas de natação
  • Transportadores de escolares
  • Negócios voltados exclusivamente ao turismo

De verdade? Eu não tenho respostas, mas, se você se inclui numa situação dessas ou semelhantes nas restrições, NÃO ESPERE MAIS, BUSQUE OUTRAS ALTERNATIVAS, sejam elas definitivas ou provisórias, nesse momento não importa, MEXA-SE!

Meu alerta tem um cunho específico – DIZER QUE O SEU FINANCEIRO NÃO TE PERDOA!

Mesmo que seu negócio esteja fechado, muitos dos custos continuam a acontecer, pior ainda, se você precisa sobreviver dele!

 

Vou te contar o que motivou este meu post: 

“através de um amigo ouvi a seguinte história, ocorrida numa daquelas típicas pequenas cidades interioranas: um dono de um bailão vai até o prefeito para questionar quando ele estará autorizado a voltar a promover festas noturnas!”

Ora, se até este momento, nenhum País deste planeta aprendeu a dominar essa pandemia, quem dirá quanto tempo mais será necessário até surgirem soluções para sua contenção desse mal... e você esperando para reabrir a sua empresa.

Pior que surgirem soluções, ainda não sabemos como estará a cabeça da população para voltar a se aglomerar em ambientes desse gênero: repleto de pessoas extremamente próximos entre eles, aquele ambiente em que todos compartilham o mesmo ar, muitas pessoas desconhecidas, cada um com a sua história e com seus hábitos, destas algumas não tão saudáveis...  enfim, será que esse bailão retoma sua demanda pré-crise?

Negócios até o momento impedidos de operar, ou de operarem com restrições... é hora de se reinventar a ponto de eliminar as restrições... quem sabe, pensar noutro negócio, pelo menos até que tudo, oxalá, se normalize.

  • Mude... definitivamente de negócio!
  • Mude... para gerar riqueza suficiente para cobrir seus custos enquanto a crise não vai embora!

MEXA-SE, NÃO ESPERE MAIS !

Finanças e Tributos

Comunidade Sebrae
Edmilson Tanaka
Edmilson Tanaka Seguir

Consultor - WS BUREAU

Ler conteúdo completo
Indicados para você