[ editar artigo]

Minha empresa está endividada e agora?

Minha empresa está endividada e agora?

Será que é possível recuperar um negócio nessa situação? Se está é a sua situação, fique calmo, pois salvar uma empresa endividada não é impossível.

Como salvar uma empresa endividada com alguns passos essencias:

 

1. Levante informações sobre as finanças da empresa

De onde vem essas dívidas, qual é o valor de cada uma delas e, também, as taxas, as multas e os juros aplicados?

Isso tudo permite que você e toda a sua equipe se organizem para garantir a sobrevivência de sua empresa, bem como o fim das dívidas alcançado de maneira gradual.

Do contrário, a escassez de recursos vai pegar a sua gestão desprevenida, o que torna os planos de ação ainda mais desafiadores e eficientes.

 

2. Acompanhe o fluxo de caixa

O fluxo de caixa é basicamente o histórico de entradas e saídas de recursos da empresa. O seu monitoramento, portanto, serve como um bom termômetro do destino de seus rendimentos e também das despesas fixas e variáveis que somam-se no dia a dia.

  • verificar quais foram (e para onde foram) as entradas e saídas de recursos financeiros;
  • saber quais são os valores necessários e disponíveis para eventuais gastos;
  • identificar as métricas que podem fornecer novos insights e o rápido diagnóstico de carências e gargalos;
  • avaliar a presença (e o valor) de dívidas da sua empresa;
  • o estoque disponível.

 

3. Faça a renegociação de dívidas

É do interesse das instituições financeiras que as dívidas sejam quitadas o mais rápido possível. Afinal, elas causam também buracos nas perspectivas de rendimento delas.

Por isso, aborde os credores para renegociar a sua dívida. Apenas tenha em mente, primeiramente, qual é a gravidade e como elas afetam atualmente a sua renda.

  • avalie todo o orçamento da organização a fim de garantir os valores desejados com o novo acordo;
  • não se esqueça de calcular as taxas, multas e juros ao compor o cálculo de dívidas;
  • reduza as despesas significativamente supérfluas. Esse exercício já é fundamental no dia a dia, mas tem um peso maior quando a ideia é como salvar uma empresa endividada;
  • defina as prioridades para quitar as dívidas e estabeleça os prazos de cumprimento de cada uma delas — priorize os débitos com taxas e juros maiores;
  • cuide para que os novos prazos de pagamento não sejam descumpridos. Isso afeta a sua credibilidade para novas negociações no futuro.
  • tenha cuidado com as despesas não explícitas, como multas.

 

4. Redução de custos

A redução de custos, é fundamental em qualquer momento da empresa — desde que, é claro, não sejam perdidas a qualidade do serviço prestado ou dos produtos desenvolvidos.

Mas acredite, existem maneiras diversas de enxugar as despesas. Especialmente, em momentos nos quais cada centavo conta para a redução das dívidas e a manutenção da saúde financeira do seu negócio.

 

5. Separe contas pessoais e empresariais

Mesmo que as transações sejam fáceis de monitorar em sua empresa, faça esse pequeno esforço de dividir as contas bancárias. Deixe uma para lidar exclusivamente com os assuntos do seu empreendimento e outra para os custos que você tem em sua vida particular.

 

6. Tenha atenção ao ticket médio da empresa

Além das medidas de cortes de custos é importante aumentar as receitas da empresa,  o ticket médio, que consiste no valor médio que os consumidores investem em suas soluções, ajuda neste ponto.

  • elevar o preço de suas soluções, evitando que esse número fique desproporcional com o que é praticado no mercado;
  • desenvolver programas de recompensa podem ajudar a estimular o consumo dos seus clientes;
  • reduzir os custos variáveis como o corte de despesas, melhora a margem de lucro e tem mais capital para tirar a empresa do vermelho;
  • oferecer descontos progressivos aos clientes, mais uma vez em um esforço de estimular o consumo;
  • identificar os clientes mais lucrativos para a empresa, favorecendo a elaboração de estratégias personalizadas.

 

Dou dicas todas as semanas para a sua empresa, aqui mesmo na comunidade, se quiser receber as notificações não deixe de me seguir.

Dúvidas, só deixar seu comentário abaixo 👇

Finanças e Tributos

Comunidade Sebrae
Mariana Carvalho
Mariana Carvalho Seguir

Consultora do SEBRAE/PR | Especialista em Gestão Financeira | Especialista em Gestão Empresarial | Especialista em Controladoria | Head da Comunidade Sebrae de Finanças e Tributos | Mentora de Educação Financeira

Ler conteúdo completo
Indicados para você