[ editar artigo]

O Comércio reabriu e agora? Aprenda 5 passos para reduzir o impacto financeiro.

O Comércio reabriu e agora? Aprenda 5 passos para reduzir o impacto financeiro.

O comércio esta reabrindo na sua cidade? Neste momento você precisa adequar sua gestão para reduzir o impacto financeiro neste período que ainda é de crise!

Máscara de Coronavírus GIF - Máscara de Coronavírus GIFs

Vou te passar 5 passos para reduzir ao máximo esse impacto, vamos lá?

 

1º passo - SEGURANÇA PARA CONSUMIDORES E COLABORADORES 

Mantenha todos os funcionários informados sobre métodos preventivos e ofereça os itens necessários para a proteção deles e dos clientes.

 

2º passo - LEVANTAMENTOS DE DESPESAS E PRIORIDADES

Antes de tomar qualquer decisão, o empreendedor precisa compreender a realidade financeira do seu negócio, sabendo exatamente quais são os compromissos de pagamentos futuros (salários de colaboradores, fornecedores, aluguel, água, luz, internet, etc.) para os próximos três meses no mínimo. Depois de levantar as despesas, é hora de comparar com o valor disponível em caixa e, a partir daí, definir a estratégia de atuação para os próximos meses.

Olhando todos os compromissos financeiros para o período, essa é a hora de definir quais deles são prioritários e quais não são. “Uma assinatura de TV para transmissão no estabelecimento, por exemplo, é algo que, neste momento, não vai prejudicar a curto prazo a entrega final para o cliente, e representa um custo a menos para o negócio”.

 

3º passo - NEGOCIAÇÃO E PRAZOS

Com muitas pessoas trabalhando em casa durante o período de pandemia, a produção de várias empresas esta reduzida, e isso reflete em vário setores, são preços de insumos e produtos básicos do dia a dia que aumentam e diminuim de preço, conforme a realidade do comércio local, e produtos estocados ou não nas indústris, havendo falta de itens em alguns casos. Além disso, com a alta dos preços, o poder de compra do cliente diminui. Nesse cenário, é essencial negociar prazos de pagamento mais longos com fornecedores.

Muitos empreendedores têm considerado fazer empréstimos para dar conta dos compromissos financeiros para os próximos meses. É importante ressaltar que, fazendo corretamente os três primeiros passos do roteiro, será possível ter uma noção mais abrangente da realidade financeira do negócio. Se o empreendedor identificar que não terá recursos suficientes, aí sim vale buscar crédito, porém sabendo mais precisamente o valor necessário a ser emprestado e evitando contrair mais dívidas do que o necessário.

4º passo - ESTRATÉGIAS E AÇÕES

Só depois de executar todos os passos anteriores, você empresário, terá noção de prioridades e orçamento. Aí sim é hora de partir para a estratégia que será seguida daqui para frente, com foco em minimizar a perda de receitas.

Algumas dicas de estratégias são:

Disponibilizar ou aprimorar o serviço de entrega a domicílio (delivery) para manter o volume de compra dos clientes; prevenir falta de estoque de produtos estratégicos para o dia a dia do negócio aumentando a compra desses itens se necessário; diversificar e até ampliar as formas de pagamento disponíveis; criar estratégias de marketing digital para aumentar a divulgação do negócio, sempre analisando cuidadosamente a viabilidade de cada ação.

Também dentro das estratégias e ações, entra a frente de redução de custos:

Como negociar atuais contratos, reduzir contratações quando possíveis, congelar investimentos, entre outros.

5º passo - GESTÃO E FLUXO DE CAIXA

Monitorar periodicamente se tudo o que foi planejado e negociado anteriormente está acontecendo.

A  importância do DELIVERY

Mesmo com a abertura do Comércio, vemos muitas pessoas em casa e evitando contato social, o delivery tende a crescer muito durante as próximas semanas. Porém, para obter mais vendas por este canal, é importante que os empreendimentos se atentem às orientações necessárias de higienização para o delivery em tempos de pandemia e divulguem isso para o seu público.

Além das orientações gerais da OMS, a empresa pode definir procedimentos próprios. Os entregadores devem estar sempre com álcool em gel à disposição, manter a distância de um metro e meio de outras pessoas, sempre usar a máscara de proteção e lembrar de trocá-la a cada duas horas. Seguindo tudo isso, o empreendedor precisa pensar em como divulgar para seu público, especialmente aproveitando dos recursos digitais, e informar que seu estabelecimento funciona de acordo com os critérios sanitários de prevenção e que seus produtos são seguros para consumo.

 

Se você tiver dúvidas, questionamentos ou quiser direcionamento de como agir no seu negócio, em meio ao Coronavírus, entre em contato com nossa equipe, DEIXE SEU COMENTÁRIO, ou nos contate através dos canais digitais abaixo. Estamos trabalhando de casa 🏡, mas pensando na sua empresa e buscando meios de ajudá-lo. 

🔵 Atendimento Digital SEBRAE 🔵
WhatsApp / Chat / Facebook / E-mail ou 0800 570 0800 :)

 

Finanças e Tributos

Comunidade Sebrae
Mariana Carvalho
Mariana Carvalho Seguir

Consultora do SEBRAE/PR | Especialista em Gestão Financeira | Especialista em Gestão Empresarial | Especialista em Controladoria | Head da Comunidade Sebrae de Finanças e Tributos | Mentora de Educação Financeira

Ler conteúdo completo
Indicados para você