[ editar artigo]

Mercado financeiro - Segmento é bastante exigente com os profissionais.

 

Por conta da redução na taxa de juros, os investimentos de renda fixa se tornaram menos atraentes, enquanto os de renda variável passaram a ser mais interessantes. Isso fez com que os profissionais do mercado financeiro ganhassem destaque. Seja para atuar de forma autônoma ou em uma empresa privada, há diversas oportunidades, ainda mais depois da entrada de mais pessoas na Bolsa de Valores.

O importante é ter preparo. Apesar de haver bastante demanda, as exigências também são altas. Afinal, é uma área que lida diretamente com o dinheiro. Confira o passo a passo para seguir no segmento!

Identifique uma área de interesse

Quem está de fora não imagina, mas o mercado financeiro tem diferentes carreiras, como bancário, assessor de investimentos, analista de avaliação patrimonial, analista de finanças internacionais e muito mais. 

Para todas as áreas, é necessário gostar de números, análises e de estar sempre de olho no noticiário. Até porque, o mercado é um reflexo direto de ações políticas e, por isso, é possível prever alguns acontecimentos com base no que acontece no país e no resto do mundo. 


Faça cursos 

Para trabalhar em algumas instituições não é necessário ter graduação em Economia, Administração ou algo semelhante. Porém, não significa que você precise estudar para ingressar na carreira. 

Para se ter uma ideia, atualmente, bancos e empresas privadas estão contratando engenheiros que queiram mudar de área. Isso porque eles têm habilidades com números, e por meio de cursos podem adquirir outros conhecimentos necessários para o mercado financeiro. 


 

Imagem: https://www.pexels.com/pt-br/foto/anonimo-fundo-segundo-plano-experiencia-6801647/ 


Entenda de tecnologia

Conhecer de tecnologia é essencial para se destacar na área de finanças, o que significa ir além das planilhas. É importante que o profissional tenha curiosidade para entender as funcionalidades das plataformas que usa, pois somente assim irá tirar o melhor proveito delas. 

Sem contar que existem muitos sites fraudulentos e os profissionais não podem se deixar enganar. Felizmente, há sites que auxiliam a identificar e comparar os melhores sistemas. Esse é o caso do TradingnoBrasil, que faz uma comparação das principais corretoras de trade do mundo, baseado em critérios como uso da plataforma, ativos disponíveis, suporte ao cliente, etc. 

Tire as certificações 

Boa parte das carreiras financeiras exigem certificações específicas, como as emitidas pela ANBIMA, CFA e APIMEC. Para tirá-las, é preciso fazer provas que exigem muito conhecimento técnico. Tanto que existem até cursos focados nessa preparação. 

O interessante é que os profissionais certificados, automaticamente se destacam dos demais. Aliás, os certificados são até uma solução para quem pretende mudar de área, mas não deseja fazer uma nova graduação. Então, vale a pena conhecer as principais certificações para o mercado financeiro e identificar quais precisa ter.

Aprenda soft skills

Tão importante quanto as hard skills, ou seja, conhecimentos técnicos são os comportamentais. Isso envolve várias capacidades, como trabalhar sob pressão, atuar em conjunto, comunicação eficaz, liderança, entre outras.

Em geral, as softs skills são aprendidas no dia a dia. Porém, é possível aprimorar essas habilidades de forma teórica, por meio de cursos e principalmente de livros. Obras como “Comunicação assertiva” de Camila Benatti e Andrea Becker; “Trabalhando com a inteligência emocional” de Daniel Goleman e “De olho na equipe” de David Freemantle são alguns exemplos. 

 

Como visto, apesar de o mercado financeiro ter muitas oportunidades, ele também exige bastante dos profissionais. Até porque, ele lida diretamente com o dinheiro.

Curiosidade e estudo, assim como em outras carreiras, são os segredos para se destacar no segmento!


 

Finanças e Tributos

Comunidade Sebrae
Luisa Bertozo
Luisa Bertozo Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você