[ editar artigo]

Plano de contas! Não tenha mais dor de cabeça.

Plano de contas! Não tenha mais dor de cabeça.

Quero compartilhar com vocês a importância de ter um plano de contas estruturado no seu negócio, e o planejamento futuro deve ser baseado por essa estrutura, pois dessa forma suas estratégias de mercado, financeiras e operacionais terão uma assertividade maior.

O plano de contas é uma ferramenta ou uma estrutura poderosa, usada para registrar todas as movimentações financeiras da empresa. Por meio dela, os registros são classificados e codificados de maneira que a administração tenha uma melhor visão sobre a origem e sobre o uso de cada operação financeira.

Esse conjunto de contas que representam os eventos e movimentações econômicas e financeiras que acontecem durante as atividades e operações de uma empresa, contabilmente é conhecido como plano de contas. Portanto, o objetivo é nortear os trabalhos contábeis de registro das operações. 

Podemos dividir o plano de contas de várias maneiras, o contábil, gerencial, referencial e centro de custos. Sendo que apenas o contábil e o referencial apresentam um padrão de escrituração fiscal. Já os demais modelos podem variar a sua estrutura de acordo com as necessidades e movimentações financeiras de cada empresa.

Independentemente de qual tipo você utiliza no seu negócio, ao definir um plano de contas, deve-se tomar o cuidado para implementá-lo de maneira organizada e estruturada.

Isso permitirá que as informações geradas alimentem automaticamente ambos os planos, tanto o contábil, quanto o gerencial, por exemplo, eliminando a chance de erros e inconsistências ao se trabalhar com dois Planos de Contas diferentes.

 

Finanças e Tributos

Comunidade Sebrae
Peterson Boito
Peterson Boito Seguir

Consultor Financeiro- Especialista em Gestão Financeira Empresarial

Ler conteúdo completo
Indicados para você