[ editar artigo]

Por dentro das grandes mudanças que chegam aos empréstimos para pequenas empresas

Por dentro das grandes mudanças que chegam aos empréstimos para pequenas empresas

Uma das maiores mudanças decorrentes da pandemia é a forma como os proprietários de pequenas empresas obterão seus empréstimos.

Qual o papel das fintechs no mercado de empréstimos desde o início da pandemia?

O que realmente aconteceu foi que as fintechs foram aprovadas para conceder empréstimos. As fintechs não são bancos. Portanto precisavam de uma aprovação especial do Banco Central. Isso acabou sendo muito fortuito, porque eles passaram as meses enquanto aguardavam a aprovação para construir os portais do cliente que permitiam às empresas de menor porte fazer upload de documentos rapidamente, para ter uma experiência do cliente mais perfeita e obter uma resposta rápida. Isso terá implicações duradouras para o futuro dos empréstimos bancários e para pequenas empresas.

Aqui ilustro alguns pontos ao estilo perguntas e respostas.

O que mais mudará no futuro das pequenas empresas?

Não temos políticas específicas para empresas individuais. Deveríamos estar pensando, como podemos dar a essas pessoas mais acesso a cuidados de saúde e tecnologia para que possam administrar seus negócios com mais eficiência? Talvez eles tenham mais oportunidades do que empresas maiores. Precisamos fornecer a eles mais ferramentas e suporte.

O que os proprietários de empresas podem fazer por si próprios para terem sucesso no mundo pós-pandemia?

Primeiro, eles precisam encontrar mais clientes. As pequenas empresas relatam anunciar e vender produtos on-line e por meio da mídia social com mais frequência do que nunca, e mais de 80% dizem que continuarão a fazê-lo após a pandemia.

A segunda coisa é reduzir custos. Observe todos os seus custos e avalie-os de novas maneiras. Por último, veja quais linhas de negócios ou clientes você deseja manter e quais deseja se livrar porque eles gastam tempo e energia no atendimento e fazem você perder dinheiro. Talvez você não queira que eles desapareçam porque talvez sejam grandes. Mas as pessoas devem ser mais analíticas sobre quais produtos e serviços podem oferecer com os recursos de que dispõem e ainda assim ganhar dinheiro.

Qual é a previsão de como será o novo normal quando se trata de empréstimos?

Os bancos terão que decidir se farão das pequenas empresas uma prioridade. Se houver uma lacuna, você pode ter certeza de que outras instituições, como bancos comunitários ou fintechs, se encarregarão de preenchê-la. Isso mudará o jogo para proprietários de pequenas empresas. Existe um mundo muito mais otimizado que a tecnologia pode trazer para a gestão e o financiamento de pequenas empresas. Chamo isso de utopia da pequena empresa e acho que veremos isso se acelerar.

A grande utopia vem de que a economia brasileira gira em relação as pequenas empresas. Toda grande empresa necessita de uma pequena e isto obriga a não quebra do ciclo. Se as pequenas param de pegar dinheiro, a instituição financeira não irá ter para quem emprestar.

Finanças e Tributos

Comunidade Sebrae
Jorge Biff Netto
Jorge Biff Netto Seguir

Professor PUCPR e Consultor de inovação, varejo, serviços, indústria e internacionalização ; um aquariano direto e claro, com grande interesse em inovação, empreendedorismo e PME’s; inquieto por natureza e com o objetivo de mudar e ser mudado.

Ler conteúdo completo
Indicados para você