[ editar artigo]

Quanto ?

Quanto ?

 

Eis a palavra/pergunta que um financeiro mais faz na sua vida profissional:

Quanto custa?

Quanto será o desconto?

Quanto será a margem?

Quanto é a sua margem de contribuição?

Quanto você já produziu de riquezas?

Quanto...

 

E não é por menos!

Acontece que contra números não há argumentos!

Falando de negócios, se sua empresa tem no seu ponto de equilíbrio – o quanto precisa vender para cobrir seus custos operacionais em cada período – um montante, digamos de R$ 50.000,00, para o financeiro não basta dizer que a empresa tentou mas não conseguiu os R$ 50 mil, mas que atingiu R$ 35 mil de vendas neste último mês.

Essa resposta apenas informa do quanto foi o faturamento, mas, não satisfaz a sua saúde financeira, porque a necessidade é de vender muito mais!

Este é um tema exaustivamente debatido por todos os profissionais da área financeira, todos já sabemos disso... então, o meu propósito aqui é outro.

Vivemos este momento de pandemia, por conta disso, monitorar e tratar os números atuais são extremamente mais importantes que nos momentos pré-crise!

TODOS OS NEGÓCIOS SOFRERAM ALTERAÇÕES NESSE MOMENTO, PRA MELHOR OU PRA PIOR!

Se foi pra melhor em função de altas demandas pela mudança de comportamento e necessidade de ajustes pelo público (provedores de internet, supermercados, comidas por delivery...), mesmo assim, é importante saber ajustar e controlar seus custos, senão, mesmo que a empresa venda mais, sem controlar seus custos, o resultado pode ser pior!

Agora, se foi pra pior, é imperativo que você ajuste seus custos a sua capacidade de venda atual... exemplifico: se suas vendas caíram pela METADE, a lógica natural que você precisa ter em mente é que reduza seus custos no mínimo pela METADE!

Empresas com estrutura de custos altos e faturando pouco é problema certo!

O seu grande indicativo aqui é conhecer qual é a MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO nas vendas atuais!

Esse “carinha” chamado de margem de contribuição é o quanto sobra das suas vendas, exemplifico assim:  sua empresa vende sanduíches por R$ 12,00 e a matéria-prima custa R$ 5,00, precisamos ainda somar outros R$ 2,00 com demais insumos (molhos, guardanapos, embalagens...) e os impostos.  A sua margem de contribuição será de R$ 5,00.

Pronto, esse é a sua riqueza gerada, R$ 5,00 por cada sanduíche!

Se antes você vendia 100 unidades por dia, gerava R$ 500,00 de margem de contribuição diária para pagar suas contas e lucrar!

E, se hoje, com as restrições, suas vendas caíram para 50 unidades dia, você reduziu sua riqueza diária para R$ 250,00.

E QUANTO A SEUS CUSTOS?   VOCÊ OS REDUZIU TAMBÉM PELA METADE?

Saber calcular sua margem de contribuição e ser rápido e preciso em ajustar seus custos é a sua atual prioridade, TANTO QUANTO: usar máscaras, cuidar da assepsia de seu ambiente, atender aos padrões de restrição, ...

Finanças e Tributos

Comunidade Sebrae
Edmilson Tanaka
Edmilson Tanaka Seguir

Consultor - WS BUREAU

Ler conteúdo completo
Indicados para você