[ editar artigo]

Você sabe calcular o valor de venda de seus produtos ou serviços?

Você sabe calcular o valor de venda de seus produtos ou serviços?

É muito importante saber formar o preço de venda de seus produtos ou serviços adequadamente, pois isso pode evitar prejuízos por cobrar um preço abaixo do ideal, ou perda de vendas por cobrar muito acima do valor praticado pelo mercado.

Para manter o seu negócio competitivo você precisa manter o preço de venda em conformidade com o mercado, levando em conta o valor agregado em cada produto e serviço. Mas isso não quer dizer que precisa cobrar o mesmo preço do vizinho, certo? Pois o preço do produto sinaliza ao consumidor aspectos como qualidade e valor.

Como cobrar o mesmo valor que seu concorrente, se muitas vezes você investe mais em qualidade do que ele? Não dá, né?!

O primeiro passo para formar adequadamente o preço de venda de seus produtos ou serviços é levantar a estrutura de custos de sua empresa. Mas o que isso quer dizer? Veja abaixo:

 

Estrutura de custos

É um levantamento de todos os custos de sua empresa. Vamos começar pelos custos fixos:

Esses custos são aqueles que não dependem do número de vendas para existir, nem estão diretamente relacionados ao produto. Alguns exemplos: aluguel, água e energia elétrica.

Além deles, você precisa saber qual é o custo variável de cada um de seus produtos, que são aqueles que aumentam na medida que você vende ou produz serviços e produtos. Exemplo: custo da matéria prima.

Para formar o preço de venda, existem diversas metodologias, mas aqui irei apresentar a formação do preço venda pelo método do custeio direto.

 

Custeio Direto

Nesse método são calculados apenas os custos variáveis, sem rateio. As despesas fixas são tratadas como despesas do período, resultando na margem de contribuição.

A Margem de Contribuição é a receita sobre as vendas, subtraída do custo da mercadoria vendida e das outras despesas variáveis. Ela contribui para o pagamento dos custos fixos da empresa.

Para calcular a Margem de Contribuição utiliza-se a fórmula:

Margem de Contribuição = Preço de Venda – Custo da Mercadoria Vendida – Despesas Variáveis

É necessário identificar cada tipo de imposto e despesa que incide sobre o produto ou serviço para calcular a margem de contribuição.

Mas como saber quanto você precisa vender para pagar todos esses custos?

Esse cálculo é feito para saber o ponto de equilíbrio, que nada mais é que a quantidade de produto ou serviço que a empresa precisa vender para pagar todos os custos da empresa, sem sobrar ou faltar dinheiro.

Calculamos ele assim:

Ponto de equilíbrio = Custos fixos ÷ margem de contribuição

Quando as vendas forem maiores que o ponto de equilíbrio, a empresa tem lucro.

 

Faturamento

Para saber qual o faturamento que a empresa deve ter, calcula-se:

Faturamento = Custo Total + Lucro desejado ÷ Margem de Contribuição (média)

 

Além das variáveis financeiras para calcular o preço de venda, é necessário observar mais algumas variáveis:

  • O empreendedor deve conhecer o mercado em que atua;
  • Identificar as fontes de valor percebidas pelos seus clientes;
  • Seu posicionamento no mercado;
  • Os objetivos da sua empresa;
  • Conhecer seus concorrentes, seus pontos fortes e fracos.

 

Muito fácil né? E pode ficar ainda mais fácil, se você utilizar essa planilha aqui:

https://www.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/UFs/AP/Anexos/Forme%20seu%20pre%C3%A7o%20na%20pr%C3%A1tica.xls

Para usá-la basta digitar os valores nos locais que estão na cor verde, que os demais cálculos a planilha fará automaticamente.

 

E aí, gostou da publicação?

Conta para a gente o que achou nos comentários e continue nos acompanhando 😉

Se você ainda não faz parte da Comunidade de Finanças, não perca tempo e vem participar com a gente!

O Sebrae está com atendimento 100% digital neste período. Mesmo de casa, vamos orientar você com relação a sua empresa.

Nos acione através dos seguintes canais:

🔵 WhatsApp / Chat / Facebook / E-mail 🔵

 

Ler matéria completa
Indicados para você