[ editar artigo]

04 PASSOS PARA A CRIATIVIDADE

04 PASSOS PARA A CRIATIVIDADE

Um bom processo criativo e uma boa ideia são a base para que qualquer empresa  consiga desenvolver projetos e estratégias que farão diferença para o seu negócio.

No entanto, não adianta apenas sentar e esperar vir uma inspiração divina que acenderá a lâmpada das boas ideias na sua cabeça.

É preciso criar um processo para isso: O PROCESSO CRIATIVO.

Ele é o principal responsável por construir ideias com conceitos sólidos e muito valiosos.

Então para eu ter boas ideias, que possam fazer a diferença na minha empresa, preciso antes entender e desenvolver um processo criativo?

CORRETO!

Humm, entendi... Então me conte mais sobre esse tal do processo criativo?

CLARO!

O PROCESSO CRIATIVO é o processo da construção das ideias, e tem o objetivo de exercitar a criatividade, e também dar o suporte para certas atividades necessárias do processo de inovação.

 

Para uma empresa que deseja se diferenciar no mercado, é muito importante ter um processo criativo estruturado, e sempre utilizá-lo para se chegar a uma boa ideia,  superar desafios, inovar nos seus produtos e serviços.

O fator de sucesso de um processo criativo não é apenas sua execução, mas também uma prática estável e constante para estar sempre melhorando e aprendendo.

 

Quais são as etapas do processo criativo?

O processo criativo utilizado hoje, foi baseado na teoria do psicólogo britânico Graham Wallas, que propôs uma teoria em 1926, A ARTE DO PENSAMENTO.

A ideia dele era a execução de um processo criativo em 04 etapas que permitisse a geração de ideias mais estruturadas, e que pudesse resolver de forma mais eficiente os problemas e desafios.

 

Esse modelo ainda é usado hoje, e se chama MODELO DOS 4 ESTÁGIOS.

 

1.     PREPARAÇÃO

 

A fase de preparação é o momento de entender as os problemas e/ou desafios que você e sua equipe desejam superar.

 Aqui, você deve fazer perguntas sobre a intenção do projeto, a melhor forma de acompanhá-lo, quem é o público-alvo etc.

Esta é uma etapa de assimilação, na qual o objetivo é construir a ideia principal. A etapa de preparação é o momento em que se levantam as principais informações sobre o desafio a ser superado, para entender melhor onde está se pisando.

Pode ser considerada a  etapa de estudo e pesquisa, em que  tudo o que estiver relacionado ao produto, atividade, empresa, segmento de mercado, deve ser discutido, questionado e analisado por todos.

 

2.     INCUBAÇÃO

Na etapa de incubação o trabalho é exatamente o oposto do da Etapa de Preparação. É uma fase mais subjetiva e abstrata, falam que é a fase do subconsciente.

Um pouco estranho pensar assim certo?

Mas pense que é uma fase de acomodação das informações na sua cabeça, para que a poeira possa baixar, e assim você possa  ver o que realmente é importante, quais são as partes que se conectam,  e o que pode ser deixado de lado nesse momento.

Depois de absorver as informações importantes na primeira etapa, o cérebro agora é capaz de priorizá-las, e então as ideias começam a aparecer.

Durante este tempo, faça outras coisas, concentre-se em outros projetos, quanto menos pensar no foco do seu problema melhor.

 

3.     ILUMINAÇÃO

Você sabe o momento em que a lâmpada aparece na cabeça do personagem no desenho animado?

É nessa fase que essa ideia surge, precisamente porque você estudou exaustivamente as informações, e fez também o cérebro funcionar inconscientemente.

Depois da etapa anterior, em que você quase não intervém, suas ideias começam a se tornar mais específicas e mais claras.

A partir daí, com total controle e atividades, você vai começar a pensar no seu desafio, e formar ideias inspiradas a encontrar soluções.

E como em um passe de mágica, a solução ideal para o seu problema aparece.

 

4.     IMPLEMENTAÇÃO

 

Boas ideias podem dar o incentivo necessário para se aplicar todas as ações e esforços  aos projetos em questão.

Mas isso nem sempre garante o sucesso desejado.

A etapa de implementação é o momento de se colocar em prática as tudo o que foi pensado em relação aos desafios e problemas – é a fase mais operacional, mão na massa, colocar em prática.

Uma boa ideia pode ser um excelente ponto de partida, mas que por si só, não garante o sucesso final da sua empreitada.  

Importante colocar em prática, executar, e assim como existe um processo para ter boas ideias, existe também um processo para executá-las com qualidade (veja aqui um texto que escrevi sobre isso).

Caso queria saber mais sobre criatividade e inovação acesse o site do Sebraetec, ou veja os serviços que ele disponibiliza para você.

Ambientes de Inovação

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você