[ editar artigo]

Inovação - O Crescente Mercado da Moda Masculina

Inovação - O Crescente Mercado da Moda Masculina

A indústria da moda é um dos nichos que mais movimenta a economia e a moda masculina apresenta crescimento ininterrupto, ano após ano. Esses resultados vem da forte influência dos veículos de comunicação que propagam a imagem do belo, entretanto, no passado as pessoas não tinham acesso a informação e precisavam consumir para se encaixar em um modelo único. Hoje em dia, com o advento da internet e a informação mais acessível, é possível cada indivíduo buscar representações de beleza nos mais diversos campos tornando o consumo mais consciente.

A moda masculina por muito tempo era resumida ao poder financeiro e não necessariamente à vestimenta, podemos notar uma mudança considerável da vaidade do homem, junto com a liberdade de expressão que os novos meios de comunicação trouxeram.

Os Caminhos Do Desenvolvimento

Os primeiros representantes da moda masculina podem ser considerados os reis e imperadores da época medieval. Os donos da coroa usavam trajes bordados à mão, ricos em detalhes, pedras preciosas e fios de ouro.  Nessa época também era comum os homens da corte usarem peruca e maquiagem branca, quanto mais claro fosse o rosto de um indivíduo mais nobre ele parecia. O rei Luis XIV que reinou por volta do século XIV ficou conhecido por popularizar o uso do salto alto, segundo a história o rei era baixinho e tinha preferência pelo sapato que o tornava maior.

Os movimentos conhecidos como Renascimento XIV e Barroco XVI foram épocas de grandes descobertas no ramo da ciência e filosofia. E, a moda masculina também viveu seu auge. A indumentária com ornamentos e trabalhos de bordado estavam presentes por todo lugar e o homem europeu heterossexuais ligeiramente afeminados e vaidosos era tido como o ideal de masculinidade da época e cobiçados pelas jovens senhoritas. 

A Revolução e as Mudanças

Mais tarde com as mudanças causadas pela revolução industrial que acontecia na Europa nos séculos XVIII e XIX, o trabalho artesanal aos poucos foi substituído por maquinas, e a vestimenta e o comportamento da sociedade também mudou.

O acesso ao dinheiro por meio do trabalho se tornou mais fácil e a ideia de enriquecer fez a vaidade do homem mudar das roupas para as notas. A necessidade de comer e sobreviver que fundaram a sociedade capitalista reforçou esse estigma e agora o homem era o pilar de sustento das famílias, definitivamente sem tempo para pensar em roupas.

A pequena fatia dos senhores que conseguiram fazer fortuna e enriquecer tinham como troféu o poder financeiro e a presença da mulher jovem e bonita ao seu lado, quanto mais jóias uma esposa usava, mais rico e poderoso era o seu marido, e assim começou um novo modelo de vaidade masculina que nos acompanha até hoje.

As Tribos Trouxeram Novas Identidades

Durante muito tempo a moda ficou esquecida pelo consumidor e pelas empresas também. Dessa vez as mudanças partiram dos jovens, filhos das metrópoles e de um estilo de vida racional, que andaram na contramão com novas ideias e comportamentos, à partir dos anos 50 muitas tribos surgiram nos grandes centros. Destacamos o movimento hippie e um estilo de vida mais conectado à natureza e ao resgate do trabalho artesanal, do outro lado temos o movimento punk com cabelos espetados roupas de couro piercings e tatuagens.

Mas foi a partir dos anos 2000 que as roupas dos homens começaram a ganhar mais a atenção do consumidor e do fabricante, a calça skinny masculina é um marco dessa renovação. Hoje em dia, todo homem tem pelo menos um par de calças justas no guarda-roupas, coisa que era difícil no início dos anos 2000.

Como vimos no começo do texto, a comunicação mais acessível trouxe novas ideias, e o amadurecimento para a moda masculina. Se antes o homem não frequentava lojas de roupas por falta de tempo devido ao trabalho agora ele pode fazer isso no conforto da sua casa acessando uma loja virtual. Segundo dados levantados pelo Google Fashion Trends em 2016, de todas as compras feitas por homens em ambiente online, 40% foram de artigos de moda

Um Público Potencial

O perfil do homem que se interessa por moda vai muito além, a maioria não se interessa por marcas renomadas e priorizam mais o conforto do produto e a estética, quase sempre preferindo uma peça na linha do básico. Outra característica, é a periodicidade de aquisição, os homens demoram mais para comprar, em comparação às mulheres, mas tendem a gastar um pouco mais por uma compra única. Houve também um crescimento considerável nas áreas de estética, cuidados com o corpo e com o cabelo. 

Hoje em dia existem segmentos especializados, do casual ao formal, lojas de moda totalmente voltadas para os homens, são camisetas, bermudas, camisas masculinas, incluindo perfumes e também cosméticos próprios para a pele deles. As grandes marcas e varejistas continuam investindo e ampliando as pesquisas para entender e oferecer o melhor para esse público com grande poder aquisitivo e que teve sua vaidade, saúde e cuidados pessoais resgatados.  

 

__________________________________

PARTICIPE da Comunidade Ambientes de Inovação, para acessar esse e muitos outros conteúdos sobre recursos para Inovação. Gostou? Curta e compartilhe!

 

Ambientes de Inovação

Comunidade Sebrae
Jo Seraa Seguir

Redatora e produtora de conteúdo

Ler conteúdo completo
Indicados para você