[ editar artigo]

O que é transferência de tecnologia?

O que é transferência de tecnologia?

Transferência de Tecnologia é quando se transfere para uma pessoa ou uma empresa a licença de determinada tecnologia para comercialização. Podemos utilizar a transferência de tecnologia para diferentes atividades e elas mudam a forma como as empresas lidam com inovação.

Quando falamos em inovação aberta, falamos de interação entre empresas, startups, pesquisadores autônomos e universidades. Assim, é por meio desse tipo de transferência que conseguimos colocar novas soluções no mercado.

Pensando pelo lado das universidades

Universidades ou institutos de pesquisa desenvolvem soluções que podem ser perfeitamente utilizadas no setor produtivo. Mas, as universidades não comercializam produtos. Elas não abrem empresas a cada nova tecnologia desenvolvida.

Por isso, o procedimento mais adequado, e também previsto pela Lei de Inovação, é o de transferência de tecnologia. Ou seja, é quando uma empresa ou startup licencia determinada tecnologia da universidade para que ela possa comercializar. Em troca, a empresa ou startup paga royalties pela tecnologia licenciada.

Por isso, esses processos de licenciamento são tão importantes para as universidades. Porque a pesquisa realizada pode chegar de fato à sociedade e, em troca, a instituição recebe recursos para continuar desenvolvendo novas pesquisas.

Pensando pelo lado dos pesquisadores

Os pesquisadores que participaram de alguma etapa do processo de desenvolvimento da tecnologia também podem licenciar da universidade para o mercado. Vamos supor que você estava fazendo o mestrado, desenvolveu determinada tecnologia e agora quer abrir sua empresa a partir dessa pesquisa.

O primeiro passo é proteger a propriedade intelectual, que será da universidade. Você vai figurar como inventor. Depois, você pode pedir como inventor o licenciamento para a comercialização. Neste caso, você também fará um acordo de pagamento de royalties à instituição. Assim, do que for vendido, uma parte retorna para a universidade.

Mas, atenção aos contratos!

Em todos os casos de licenciamento de tecnologia, contratos devem ser realizados. Até porque se a instituição de pesquisa for pública, eles são obrigatórios. Caso não seja feito, pode haver penalização por isso.

A relação de ganha a ganha

É importante sempre ter em mente que em ações de transferência de tecnologia a relação precisa ser de ganha a ganha. Não adianta só a empresa querer ganhar ou só a universidade.

Deve haver um equilíbrio. Naquela premissa: é melhor o parceiro do que tudo ficar na gaveta.

A transferência de tecnologia ainda é um tabu em algumas instituições e empresas. Precisamos vencer isso! Já não dá mais para ficarmos olhando o país ser referência em artigo científico e importar tecnologia.

Sim, há burocracia, mas podemos vencê-las. E se de fato estamos pensando em inovação, o pilar científico não pode nunca ser deixado de lado.

Ambientes de Inovação

Comunidade Sebrae
Tatiana Fiuza
Tatiana Fiuza Seguir

Gestora, sócia da Vlinder Estratégias para Inovação. Atuante no ecossistema de inovação de Londrina e atuou também no de Florianópolis. Mestre em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia pelo PROFNIT-UEM. Mestre em Geografia pela UEL.

Ler conteúdo completo
Indicados para você