[ editar artigo]

Fraudes em Licitações e Contratos Administrativos

Fraudes em Licitações e Contratos Administrativos


Toda despesa para ser realizada necessita de uma antecedência antes que ocorra uma licitação, Segundo a Constituição Federal. Neste processo você irá escolher o fornecedor para a execução do serviço em que você deseja.


Muitos dos desvios de dinheiros públicos vem de processos licitatórios, sendo que o resultado da licitação e o contrato, onde fica registrado o tempo que é necessário para execução do serviço e encerramento do contrato, ou seja, o prazo final do contrato e execução.


A fraude é a adulteração dos documentos para o ganho próprio. As fraudes mais comuns em licitações são:
•    Direcionamento;
•    Divulgação do procedimento;
•    Documentação não adequada;
•    Procedimento licitatório equivocado; 
•    Sobrepreço e superfaturamento;
•    Dispensas de licitações ;
•    Exerção no ato de licitar.
As fraudes comuns em contratos são:
•    Formalização e publicação dos contratos;
•    Entregas de bens e serviços;
•    Medições realizadas;
•    Contratação em duplicidade;
•    Pagamentos a fornecedores;
•     Subcontratação e alteração nos contratos.


Alguns exemplos de direcionamentos da licitação:

Na escolha de algum fornecedor, é feito todo um esquema. Quando desejam empresas de grande porte o preço é muito alto, onde não fazem parcelamentos, ou seja, divisões de valores.

Já quando querem participação de empresas de pequeno porte e locais, o valor é bem parcelado, com isso as empresas de grande porte acabam não tendo interesse em participar, pois o preço é mais baixo e não trará muito lucro.
As fraudes em documentações e propostas dos licitantes: a mais comum é onde os sócios são laranjas, assim fica mais fácil de fraudar.


Fraude devido ao sobrepreço/superfaturamento: ao fazer  o orçamento o preço é maior deque o do mercado. O superfaturamento é após, na hora da entrega por exemplo: 2000 produtos e entregue apenas 1000.
Fraudes em dispensas de licitação: são varias licitações pequenas do mesmo objeto. O ganho é alto neste meio termo.


Fraudes em contratos: entrega de bens, bens que não foram entregues, serviços que não foram executados e prestados, ou até mesmo serviços que foram prestado em desacordo com o contrato.
Fraudes nas medições realizadas: serviços não executados e serviços executados por terceiros (pessoas ou empresa) não autorizados.


Contratação em duplicidade: mais de uma contratação para o mesmo objeto, trabalhos executados por trabalhadores sem vinculo com a empresa que foi a vencedora, ou até mesmo por próprios servidores do órgão licitante. 
Fraudes no pagamento de fornecedores: para a realização do pagamento é passado por etapas, primeiro a nota é empenhada, segundo liquidada aí a realização do pagamento.

Ocorre pagamentos antecipados antes do termino do serviço, pagamento em desacordo com os termos do contrato e pagamentos em duplicidades. 
Fraudes em função a alteração de contratos: uma atitude na execução, pode levar a uma grade quantia de desvio. Os preços altos serão ainda mais altos e os preços baixos ainda mais baixos. 
 

Licitações Públicas

Ler conteúdo completo
Indicados para você