[ editar artigo]

Novos tempos pede novas lideranças

Novos tempos pede novas lideranças

Vamos refletir sobre a importância de uma liderança eficiente no setor público e atuação que pede reinvenção e novas competências para fazer uma excelente gestão. A atuação de líderes no dia-a-dia tanto nas empresas privadas quanto na administração pública é de grande relevância. São eles que trabalham na execução de estratégias e planejamentos governamentais para garantir melhor qualidade dos produtos e serviços prestados aos cidadãos.

Historicamente, a falta de profissionalismo nos cargos públicos era constante, altas posições eram ocupadas pela nobreza e burgueses que pagavam por estes cargos, era a chamada Gestão Patrimonialista, quem tinha “patrimônio” tinha acesso a ela. Com o passar do tempo, a administração passou para gestão Burocrática, onde se  buscava a impessoalidade, a hierarquia, o sistema de mérito e a separação entre o público e o privado, visando constituir uma administração pública mais racional e eficiente. Uma administração que pudesse também separar entre o político e o administrador público. Procedimentos, normas e regras faziam parte desta gestão.

A administração Burocrática entrou em crise durante o regime militar, pois, além de não extinguir o patrimonialismo, permaneceu ligada a grupos sociais isolados, cujos objetivos centravam-se no poder e em interesses próprios. O reconhecimento de que a administração burocrática não correspondia às demandas que a sociedade civil apresentava aos governos impulsionou a busca por um novo modelo de administração.

No Brasil, a forma como se lida com a administração pública teve um avanço considerável, novas formas de gestão entraram em prática por volta de 1995, a Administração Gerencial, envolvendo princípios gerenciais e de liderança e se mantêm até os dias de hoje.

A busca por fazer uma gestão eficiente se tornou urgente, espelhar-se na administração privada, firmada nos conceitos de eficiência, eficácia, produtividade, qualidade total, clientes, metas, resultados e parcerias se tornou um caso de sobrevivência. Mas a atualização dos processos da gestão pública baseada em princípios advindos da iniciativa privada, como gerenciamento, liderança e foco em resultados ainda é complicado e precisa de adequações.

Estas mudanças gerenciais podem auxiliar as lideranças políticas a trabalharem com equipes que estejam de fato comprometidas e preparadas tecnicamente para fazer com que o Estado cresça de forma eficiente e sustentável. Com todo esse processo, diversas competências passam a ser imprescindíveis para um gestor público, ao mesmo tempo, em que começa a emergir a figura do líder com diversos objetivos a serem alcançados.

A liderança, tal qual acontece no setor privado, passou a ser vista como fonte de vantagens estratégicas dentro das organizações. Tem-se que quando as lideranças são fortes e se desenvolvem, os liderados tendem a ter mais confiança, sentem-se mais engajados e executam suas atividades de forma mais eficiente. Desta forma, identificar/encontrar lideranças capazes de assumir esses papeis parece ser o desafio nos tempos atuais. Apesar de estarmos na direção certa, ainda são muitos os desafios enfrentados.

Vou apresentar Fernanda Inasaris, que possui diversas características de uma boa líder e que, além de ter o cargo de Superintendente de Turismo na cidade de Paranaguá, está também como Coordenadora da Sala de Telemedicina e Monitoramento para a Covid 19. Com toda certeza essas características levaram Fernanda a ser escolhida para uma função de imensa responsabilidade neste momento.

Líderes públicos precisam usar a criatividade, a influência, a determinação para atingir resultados, já que nem sempre equipes de apoio e recursos financeiros estão disponíveis.

 

Sandra Trujillo Costa

scosta@pr.sebrae.com.br

www.linkedin.com/in/sandratrujilo

 

O Sebrae está com atendimento 100% digital neste período. Mesmo de casa, vamos orientar você, com relação a sua empresa. Nos acione através dos seguintes canais: 🔵 WhatsApp / Chat / Facebook / E-mail 🔵

Gestão de Pessoas e Liderança

Comunidade Sebrae
Sandra Trujillo Costa
Sandra Trujillo Costa Seguir

Administradora. Formação em Gestão de Negócios-FGV e Empreendedorismo-Universidade Positivo. Especialista em comportamento organizacional pela SBDG. Consultora no SEBRAE/PR e gestora em Liderança.

Ler conteúdo completo
Indicados para você