[ editar artigo]

Protagonista eu?

Protagonista eu?

Fazendo o Plano Estratégico do Movimento Tava Pensando nestas semanas, pensamos muito sobre nosso propósito e uma das reflexões mais importantes foi à concepção e estimulo para desenvolver ações que reforcem o "Ser Protagonista". O que significa esta bonita expressão?

Olhando o dicionário de significados:

Protagonista: Personagem mais importante daquilo que participa. [Artes] Ator ou atriz que representa o papel mais importante numa peça, novela, filme. [Literatura] Personagem principal de um livro. [Por Extensão] Pessoa que possui um papel relevante ou de destaque numa situação, acontecimento.

Já parou para analisar?

Você como protagonista de sua história! Dizem que no final o que interessa mesmo é perceber o "EU" encarando a pessoa que se coloca completa na frente do espelho.

As escolhas que tomamos, no fundo de nossos mais sinceros sentimentos são para que?

O que queremos com nosso negócio? O que pretendemos formando uma família? Comprando um imóvel? Indo morar fora? Ganhando dinheiro?

A Felicidade? O Sucesso? Aproveitar a vida?

Protagonizar nossa história, nada mal!!!

Porém o que se percebe no dia a dia de conversas não é tão simples assim.

 Basta um problema, um insucesso que tratamos logo de colocar a culpa em alguém ou no ambiente externo, no concorrente ou na falta de sorte...

Parece que muitas vezes somos ótimos em assumirmos o papel de protagonistas quando as coisas estão indo bem, quando há experiências de sucesso, por outro lado, quando temos algum problema, nossa mente é ótima em projetar e encontrar logo a justificativa em situações externas. Quem sabe isso nos alivia do peso da responsabilidade pelas nossas escolhas.

Não podemos negar que existem situações externas que correspondem aquilo que os autores estrategistas chamam de "forças incontroláveis". Mas já parou para pensar que muitas destas forças se colocam no cenário para várias pessoas? Por que algumas encaram de uma forma, assumindo o papel de vítimas e outras encaram como um momento desafiador para superação?

Isto remete muito ao que Carol S. Dwerck chama de Mindset, onde algumas pessoas assumem o Mindset de crescimento e outras Mindset fixo.

O Mindset fixo é caracterizado por pensamentos, emoções e comportamentos de resistência, onde não aceitamos que o poder e/ou responsabilidade das nossas escolhas é nosso e projetamos tudo para as "forças externas". Já com o Mindset de crescimento se analisa as situações com perspectivas de aprendizado contínuo, olhando a realidade e buscando alternativas, crescimento, oportunidades.

A boa notícia é que com autoconhecimento e análise constante de nossos pensamentos, emoções e comportamentos é possível mudar nosso Mindset fixo para Mindset de crescimento. Nosso cérebro pode mudar se quisermos realmente.

Estas reflexões podem ser ampliadas com a leitura do livro Mindset: A nova psicologia do sucesso. É uma ótima dica para nosso momento de isolamento.

Ingrid Cristina Robaszkievicz

Gestão de Pessoas e Liderança

Comunidade Sebrae
Ingrid Cristina Robaszkievicz
Ingrid Cristina Robaszkievicz Seguir

Consultora, Autora, Mentora e Facilitadora de Projetos relacionados a Estratégias Empresariais, Liderança e temas de Gestão de Pessoas. Credenciada Sebrae/PR. Movimento Tava Pensando. Mestre © e Especialista na Área de Gestão.

Ler conteúdo completo
Indicados para você