[ editar artigo]

Série Histórias que Inspiram - Ariana Almeida Quelho

Série Histórias que Inspiram - Ariana Almeida Quelho

Devido ao sucesso da Série “Sua história inspira a minha” que trouxe as histórias finalistas do Prêmio “Faciap Mulher Empreendedora” resolvemos continuar a parceria com a Faciap Mulher e trazer outras “Histórias que Inspiram”. São histórias de mulheres do sistema associativista que falam um pouco de sua liderança e ainda qual solução implantou em sua empresa que trouxe resultados positivos.

A ideia desta nova série é que você, independente de ser homem ou mulher, se inspire nestas histórias de sucesso e aproveite e trazer ótimos resultados para sua empresa.

Para abertura da Série, trazemos a história de Ariana Almeida Quelho  que fala como a Gestão por Processo trouxe resultados para sua empresa.

Acredito mesmo que, acima das competências técnicas estão as comportamentais. Sempre usamos essa máxima: pessoas fazem negócios com pessoas.” Ariana Almeida Quelho.

Filhas de comerciantes, Ariana, Sócia proprietária das empresas 7E Universidades Corporativas e BRL Congressos, já tem o empreendedorismo na veia. Cresceu vendo os pais gerando emprego e renda, e em sua trajetória profissional não foi diferente.  Da área de Educação com cursos profissionalizantes, buscou parceria com o maior programa de aprendizagem do País, o Aprendiz Legal da Fundação Roberto Marinho. Assim se tornaram parceiros da Organização Social Gerar, uma referência em projetos sociais e gestão do 3º setor no Brasil. Com esta parceria, passaram a implementar o Programa Aprendiz Legal em Londrina e região, atendendo jovens à partir de 14 anos que queiram ingressar no mercado de trabalho como jovens aprendizes.

As empresas que desejam contratar jovens aprendizes podem ter o serviço da Gerar, realizando desde o recrutamento e seleção até os cuidados e suporte com os jovens aprendizes, ministrando o curso e realizando atendimento às empresas parceiras com uma equipe multidisciplinar capacitada e especializada no desenvolvimento do jovem para o mercado de trabalho. Esse trabalho incrível transforma a vida de milhares de jovens que passam a trabalhar, sendo assistidos pela instituição formadora, realizando curso técnico condizente com a sua atuação na empresa e com foco no desenvolvimento humano e profissional.

Além da persistência, busca de novas parcerias e muito conhecimento, que são aspectos relevantes em uma líder, Ariana também é apaixonada por gestão por processos. Ela tem a visão de quanto isto pode potencializar os resultados e envolver as pessoas em busca de um melhor resultado. “Acredito mesmo que, acima das competências técnicas estão as comportamentais. Sempre usamos essa máxima: pessoas fazem negócios com pessoas. E por aplicarmos este processo em nosso atendimento integrado e  realmente personalizado, focado na experiência positiva dos nossos clientes, temos um número de quase 60% de efetivação dos nossos jovens aprendizes. Ao término da aprendizagem e quase 15% das empresas que contratam jovens aprendizes não possuem obrigatoriedade, mas o fazem por compreenderem os benefícios do serviço e, é claro, estarem satisfeitas com o atendimento e resultados diretos.”

A gestão por processos visa desenvolver esforços dentro das organizações para que os departamentos funcionem como um todo de forma que cada parte dessa estrutura organizacional passe a analisar os impactos que seu desempenho está causando nas demais partes da empresa. Além de reduzir o tempo de execução de determinadas tarefas e eliminar as desnecessárias, pelo fato de não existirem espaços vazios entre os departamentos, a gestão por processos permite a todos compreenderem com clareza o processo. Além de melhorar o desempenho da organização, as equipes se entendem e se responsabilizam pela sua execução. Isso ocorre porque todos os envolvidos executam suas tarefas e sabem que a reunião delas irá gerar um resultado: os processos. E  para que isso funcione é necessário que todos conheçam todas as tarefas que irão gerar o processo sistematicamente.

Segundo a Fundação Nacional da Qualidade - FNQ, esse tipo de gestão necessita de visão sistêmica pois, sem ela é impossível perceber como o todo significa muito mais do que a uma simples soma das partes. A abordagem sistêmica dentro de uma organização faz com que o foco de sua gestão esteja voltado não só para o seu ambiente interno, mas para o externo também, ou seja, que haja uma sinergia entre as partes para que os objetivos planejados sejam alcançados.

 

Sandra Trujillo Costa

www.linkedin.com/in/sandratrujilo

 

Convido você para compartilhar suas dicas e experiências também. Se tiver qualquer dúvida, me escreva. Posso te ajudar 😊

 

O Sebrae está com atendimento 100% digital neste período. Mesmo de casa, vamos orientar você, com relação a sua empresa. Nos acione através dos seguintes canais: 🔵 WhatsApp / Chat / Facebook / E-mail 🔵

Gestão de Pessoas e Liderança

Comunidade Sebrae
Sandra Trujillo Costa
Sandra Trujillo Costa Seguir

Administradora. Formação em Gestão de Negócios-FGV e Empreendedorismo-Universidade Positivo. Especialista em comportamento organizacional pela SBDG. Consultora no SEBRAE/PR e gestora em Liderança.

Ler conteúdo completo
Indicados para você