[ editar artigo]

Tomada de decisão é papel do LÍDER!

Tomada de decisão é papel do LÍDER!

Um dos mais importantes papéis do líder é a tomada de decisões. Seja ele o único dono da organização ou possuindo outros sócios, é uma tarefa de grande responsabilidade, ainda mais, quando o cenário é muito oscilante e até mesmo obscuro.

Quando o líder tem um planejamento de curto, médio e longo prazo, baseado em informações atuais e passadas é possível realizar ajustes no mesmo, à medida que os acontecimentos econômicos vão ocorrendo. Porém, o momento que estamos vivendo é totalmente diferente, temos pouca referência no passado e muitas informações novas todos os dias. Países, por meio de seus líderes, direcionam recursos para “salvar” pessoas, empregos e empresas.

Obviamente em qualquer recessão, o desemprego e fechamento de empresas são situações já esperadas, mas o esforço do líder diante de uma recessão mundial é extraordinário. Sem julgamento das decisões, se certas ou erradas, eles vão tomando decisões, pois precisam dar o direcionamento e o caminho a ser seguido.

O ato de “tomada de decisão” significa escolher a melhor opção entre várias alternativas para algo importante, entre sócios, colaboradores e pessoas envolvidas numa empresa/organização. Neste momento, a tomada de decisão está ocorrendo diariamente, enquanto o cenário vai mudando. Os líderes estão ao mesmo tempo buscando alternativas e soluções para cada situação.

Algumas recomendações, feitas no “post” de Daniella Doyle, podem auxiliar os líderes para uma boa tomada de decisão:

  1. Definir o problema

Faça uma lista de todos os problemas e classifique em 3 grupos: grande impacto, impacto intermediário, impacto reduzido.

 2.  Coletar dados e informações

Levante o máximo de dados e informações atualizadas, incluindo leis, medidas provisórias, trabalhistas, entre outras.

 3.  Analisar as alternativas

Separe os grupos (impacto grande, intermediário e reduzido) e lista todas alternativas para solucionar cada item, isso independente se é possível ou não. Neste momento muitas soluções serão possibilitadas, não deixe de escrever todas as alternativas que surgirem no brainstorm (chuva de ideias).

4. Escolher a melhor opção

Se você tiver mais sócios/colaboradores que possam ajudar, escolham as melhores opções que resolverão os problemas listados.

5. Planejar e executar

Depois das escolhas feitas, planeje quem vai negociar e prazo para cada ação.

6. Monitorar os resultados

Determine 1 ou 2 momentos durante o dia para conversar com os envolvidos para analisar os problemas selecionados e as soluções negociadas ou encontradas. Desta forma você poderá ter dimensão do que está acontecendo e atualizar a lista feita, soluções encontradas ou não encontradas, bem como avaliar os impactos dia-a-dia.

A empresária Mariana Sobreiro, da empresa My Closet, compartilha conosco como ela e suas sócias estão tomando decisões nesta crise.

 

Conteúdo completo no artigo original de Daniella Doyle, Tomada de decisão nas organizações.

A tomada de decisão está constantemente nas vidas de empresários, gestores, empreendedores e administradores, e geralmente apontam variados números de caminhos, porém é necessário escolher a que leve a organização para o melhor resultado.

Faça as melhores análises para cada decisão que deve ser tomada, mas faça isso! O poder de fazer a escolha e tomar uma decisão é do líder, por isso, não postergue ou deixe para depois.  

Boa sorte!

Convido você para compartilhar suas dicas e experiências também. Se tiver qualquer dúvida, me escreva. Posso te ajudar 😊

 

Sandra Trujillo Costa

Consultora Sebrae/PR

scosta@pr.sebrae.com.br

www.linkedin.com/in/sandratrujilo

 

O Sebrae está com atendimento 100% digital neste período. Mesmo de casa, vamos orientar você, com relação a sua empresa. Nos acione através dos seguintes canais: 🔵 WhatsApp / Chat / Facebook / E-mail 🔵

 

Gestão de Pessoas e Liderança

Comunidade Sebrae
Sandra Trujillo Costa
Sandra Trujillo Costa Seguir

Administradora. Especialista em comportamento organizacional pela SBDG, Empreendedorismo pela Universidade Positivo e Gestão de Negócios pela FGV. Consultora de negócios e gestora de projetos no Sebrae/PR.

Ler conteúdo completo
Indicados para você