[ editar artigo]

Cenários e perspectivas para produtores de souvenirs

Cenários e perspectivas para produtores de souvenirs

O impacto na produção de souvenirs é apenas um dos incontáveis efeitos que a queda das atividades no setor do turismo causou.  Para os pequenos produtores criativos, entre eles artesãos, designers, artistas e produtores de alimentos típicos, a queda nas vendas e na renda foi vertiginosa. Com feiras e lojas de souvenirs fechadas ou com grande redução na circulação de turistas, estes empreendedores se viram paralisados.

Diante desse panorama tão complexo o Sebrae está disponibizando para estes empreendedores uma série de 5 workshops online e gratuitos chamado de Pensando cenários e perspectivas para produtores criativos no turismo. Cada encontro trará um tema, para ajuda-los a usar este momento como propulsor para a inovação, a promoção e o planejamento.

Ontem, dia 17/09 aconteceu o primeiro workshop, que abordou o cenário do turismo, tendências e mudanças de comportamento dos consumidores. O objetivo neste encontro foi dar um panorama geral do momento atual e apontar possibilidades para que estes empreendedores se preparem para a retomada do turismo e das vendas.

Abaixo um breve resumo dos principais pontos abordados no primeiro Workshop:

  • Uma boa parcela da população teve seus rendimentos reduzidos e está consumindo com mais cautela. 
  • Os fatores financeiros e principalmente as restrições de circulação orientada pelos governos fizeram com que quase todas as pessoas cancelasse ou adiasse as suas viagens programadas.
  • Com eventos e viagens adiados ou cancelados a comercialização de souvenirs, artesanatos e produtos alimentícios destinados ao público turístico foi fortemente impactado.
  • Contudo, o cenário já aponta para uma retomada deste setor, no qual o turismo regional deverá ser o primeiro a reagir.
  • O período de isolamento social acelerou diversos comportamentos nos consumidores e muitos deles podem indicar oportunidades para o turismo e consequentemente para a comercialização de produtos que materializem as experiências de viagem.
  • Com o isolamento social o consumo de pequenos negócios e nos bairros foi estimulado. A preocupação com a sustentabilidade e a busca pelo consumo mais lento (slow moviment) são algumas das tendências que agrupamos sob o nome de: O poder do local.
  • O Consumo Consciente é outro grupo de tendências, que entre outras coisas, aponta para a “causalização” da compra, ou seja, buscar apoiar uma causa através do consumo, em que o consumidor busca a indulgência e o pertencimento.
  • A Casa como Hub e/ou Ninho é outro grupo de comportamentos que devem influenciar o tipo de produto que as pessoas irão consumir em viagens.
  • A Experiência do Consumo Digital é outro tema importante que os criativos devem observar para atender aos turistas póspandemia.

Os próximos encontros serão nos dias 24/09, 01/10, 08/10 e 15/10.  Estes encontros online irão abordar temas como criatividade, colaboração e meios de diversificar as vendas de forma online.

Negócios em Turismo

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você