[ editar artigo]

Minha vida com artesanato

Minha vida com artesanato

Eu sou Amélia Niero, nasci e vivi no sítio durante muito tempo. Durante o dia trabalhava na roça e quando chegava em casa a mãe nos ensinava a fazer crochê. Naquela época, com luz de lamparina, nem linha nós tínhamos, fazíamos com linha de carretel e agulha bem fina, aprender não foi fácil. Depois o tempo foi passando, surgiu a linha Mércia e tantas outras e já conseguíamos comprar linhas próprias para o crochê e o trabalho já ficava melhor.

Me casei e tive meus filhos, enquanto eram crianças eu cuidava deles e fazia o crochê somente como hobby. Aos 50 anos, filhos já criados, eu resolvi trabalhar com o crochê. Nesse tempo já havia uma variedade enorme de materiais e ideias criativas não me faltavam. Eu e minha irmã começamos a produzir juntas: tapetes de barbante, caminho de mesas, toalhinhas, guardanapos, puxa-sacos, souplast e vários outros produtos. Começamos a participar das feiras de artesanatos e também de uma associação de artesãos, a ARTCIC. Chegou um momento em que não conseguíamos mais colocar a produção em única barraca então decidimos que ela compraria minha parte.

Comprei uma barraca só para mim, também cadastrada pela associação e fui para as feiras, quantos anos já se passaram. Os clientes vão nos conhecendo, pegam o cartão e fazem encomendas. A pandemia chegou e não nos permite mais o contato tão gostoso que temos nas feiras. Neste momento, coube a nós nos reinventar e utilizar a internet. Eu posto no Instagram, no Facebook, nos grupos de WhatsApp e vou recebendo os pedidos. São 20 anos de trabalho e me orgulho muito do trabalho que faço: vários tipos de crochê e pinturas em tecido, do mais simples aos mais sofisticado, os clientes que compram meus produtos sabem da qualidade e também indicam para novos clientes.

Sinto saudade da feira, mas não podemos desanimar. Aos 70 anos de idade tenho fé que logo estaremos de volta e que ainda trabalharei mais alguns anos com o artesanato. Assim como eu não desanimei, espero que um pouco da minha história contada aqui, possa contribuir de alguma forma para que nossa classe profissional permaneça firme e forte.

Aguardo vocês no meu Instagram e Facebook.

https://www.instagram.com/artesanatosdaamelia/

https://www.facebook.com/artesanatosdaamelia-105462837863265

Negócios em Turismo

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você