[ editar artigo]

Qualidade em tempos de pandemia

Qualidade em tempos de pandemia

A qualidade é sempre almejada em empresas de todos os portes, mesmo que muitas vezes subjetiva é sempre percebida de forma positiva pelos clientes e colaboradores quando existe organização nos processos, coerência, bom atendimento e ambiente harmônico de trabalho.

Antes, da pandemia da COVID 19, muitas empresas buscavam a implementação da qualidade através de Selos de Qualidade, Certificações e ISO’s. Um estímulo à competitividade através da melhoria contínua da gestão do negócio e da qualidade nos serviços prestados pelas empresas.

E como ficou a qualidade durante e pós pandemia? O que antes era apenas uma escolha do empresário agora é fator primordial para se manter no mercado. De que forma? Principalmente, em transparecer a sensação de segurança sanitária aos clientes e a seus colaboradores, este por estar na linha de frente precisa se sentir também resguardado para desenvolver bem seu papel com tranquilidade, executar seus serviços de forma segura e transmitir essa sensação aos clientes. Promover a qualidade nesses tempos é um verdadeiro desafio para todos os agentes.

E nessa nova realidade, a qualidade vai muito além de atender os processos do sistema de qualidade é fazer, também, gestão de risco de uma situação jamais imaginada, e como mencionou Jeison Bastiani, em um artigo do site Qualiex – Blog da Qualidade –  “(...)fazer gestão de risco não é manter planilha atualizada, é minimizar impactos, é reduzir probabilidade, é lidar com o risco quando ele acontece e com um plano. E se você não tiver um plano, é agir rápido para ter um!”. Resumindo: é partir para AÇÃO.

Não dá para ficar parado, é necessário pensar, ser criativo, encontrar soluções, participar de reuniões com o trade, fazer cursos, se qualificar cada vez mais, é estar ativo mesmo nesse tempo de retomada gradual. Hoje, a qualidade é principalmente pensar nas necessidades, mais internalizadas, do cliente que precisam ser atendidas, é ser parceiro, é dividir cuidados, é uma união onde todos ganham e aprendem, afinal, um depende do outro.

Dessa forma, as empresas de turismo devem, primeiramente, fazer planos baseados nos protocolos* disponibilizados pelo Ministério do Turismo (MTur), em seu site, construídos em conjunto com a ANVISA, onde existem orientações para cada atividade do setor para que se capacitem e se adequem da melhor maneira para atender os turistas, prevendo a segurança sanitária de todos envolvidos. E nós, da Rota Sul Consultoria, estamos aqui para auxiliá-los nessas adequações e projetos.

A regra geral é o distanciamento social, a higiene e a sanitização dos ambientes, a segurança dos colaboradores e dos turistas, além de estabelecer comunicação contínua e prever ações de monitoramento das medidas adotadas.

Se você, empresário, está com dificuldades para lidar com a crise causada pela pandemia do Coronavírus que impactou seu negócio, entre em contato conosco. Se precisar de algo conte com nosso apoio, você não está sozinho! Vamos superar juntos!

Negócios em Turismo

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você