[ editar artigo]

Tendências na gastronomia: veja como utilizá-las para atrair turistas

Tendências na gastronomia: veja como utilizá-las para atrair turistas

 

O consumidor mudou. Ele tem um novo comportamento, costumes e tem à sua disposição novas ferramentas para comprar. A chegada da tecnologia e do delivery e o aumento pela afinidade pela cozinha mostram que o cliente não vê mais a gastronomia como via antes. Essa onda de novidades no modo de comer e no comportamento fazem com que os negócios tenham que se adaptar para seguir conquistando o público.

“Temos muito mais tecnologia disponível, temos informação de forma fácil e rápida. Temos acesso a compras de quase tudo online; a chegada da "Internet das Coisas" faz com que a nossa casa fique cada vez proativa; e mudamos, inclusive, a forma de trabalhar”, afirmou Carol de Haro, sócia e fundadora da Mapie Consultoria, durante o Fórum Tutano de Gastronomia, evento que aconteceu nesta semana em Curitiba (PR).

De acordo com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), o setor gastronômico representa 2,7% do PIB nacional e quase 40% das visitações no país. Por isso, engana-se quem acha que a gastronomia se resume à comida. Separamos algumas das principais tendências de gastronomia apresentadas pela especialista da Mapie para auxiliar seu negócio.

Facilidade

Ir até o cliente e oferecer uma boa experiência com praticidade. Com cada vez menos tempo, o consumidor deseja viver experiências únicas e especiais, e também deseja que os produtos e serviços sejam pensados para facilitar sua vida. Isso também está relacionado com a tecnologia, que tem auxiliado nesse quesito: agora, o cliente tem acesso muito mais fácil à gastronomia sem sair de casa.

Vale lembrar também que o ser humano tem a necessidade de se sentir querido e reconhecido - isso é inerente ao homem. Produtos e serviços que permitam ao consumidor desfrutar de certo status podem conquistar muitos seguidores. Por isso, seu negócio precisa criar histórias na vida dos clientes. Por meio da propagação destas histórias é que será gerado o status para sua marca e seu consumidor.

Telhado de vidro

Antes, a imagem da empresa era feita pelo marketing. Agora, é o cliente que forma a imagem da sua marca. Ele é que controla por meio de fotos, comentários e avaliações. “Vivemos tempos de transparência total. Por isso, nossos negócios devem ter consistência, porque caso contrário, o cliente irá expor sua empresa. Tudo o que você prega tem que ser verdadeiro”, destacou Haro. Os clientes são hoje praticamente “jornalistas de plantão”, que comunicam e compartilham suas experiências - sejam elas positivas ou negativas.

Comida High Tech

Cada vez mais a tecnologia tem influenciado na comida e na produção de alimentos. Ela está tão presente que muitas vezes nem percebemos. Cozinhas automatizadas, alimentos sendo feitos em laboratório, novos ingredientes inseridos em nossa dieta. Isso mostra que ainda teremos muitas novidades nesse setor. 

Um exemplo disso são as carnes. Muitos dizem que, em vez de comer carne no estilo tradicional, haverá mais carnes e proteínas cultivadas em laboratório, que mudarão o modo como as pessoas enxergam a comida.

Ao mesmo tempo, a tendência é de que as pessoas consumam os alimentos em seu estado mais natural possível. Esse comportamento faz parte da nova realidade, onde as pessoas exigem transparência total das empresas de alimentos e bebidas. A desconfiança faz com que os fabricantes ofereçam cada vez mais informações detalhadas sobre como, onde e quando alimentos são cultivados, colhidos, feitos e vendidos. 

Oportunidade no turismo

Com essas tendências e mudanças, destinos turísticos autênticos e pouco explorados ganham força. Por exemplo, os hotéis e pousadas agora vão além, oferecendo não só hospedagem, mas sim festivais gastronômicos ou o uso do espaço de forma alternativa, enriquecendo a experiência. Restaurantes temáticos com culinária e culturas exóticas também são grandes exemplos da aplicação desta tendência. 

Toda tendência demonstra uma necessidade humana - seja de pertencimento, autoestima ou realização pessoal, por exemplo. Por isso, seu negócio deve levar em conta que agora o consumidor é mais participativo (ele constrói a imagem da sua marca), busca tecnologia e quer facilidade - ele quer ser feliz, realizado e quer que as experiências vão até ele. Assim, é importante pensar em qual é seu propósito, qual é sua causa e como você está se posicionando. E não hesite em inovar na gastronomia! Ela é um grande caminho para atrair turistas.


 

Negócios em Turismo

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você