[ editar artigo]

Turismo responsável: conheça mais sobre essa tendência

Turismo responsável: conheça mais sobre essa tendência

Ao mesmo tempo em que as novas tecnologias e a economia colaborativa têm mudado o cenário do turismo, as iniciativas que valorizam o desenvolvimento sustentável e a conservação de destinos também têm sido comuns no setor. Isso vai de encontro a uma nova prioridade das pessoas: a sustentabilidade e o respeito com a cultura local. Esses itens se tornaram características decisórias na tomada de decisão do viajante.

Esse assunto é, inclusive, uma das prioridades para os millennials. De acordo com uma pesquisa realizada pela Mapie, um dos fatores mais importantes para a decisão dos millennials na escolha por um meio de hospedagem é uma estrutura ambientalmente sustentável. 75% dos jovens afirmaram ser uma importante característica para sua decisão. Alguns levantamentos revelam ainda que locais que possuem cuidados com a sustentabilidade conseguem que o turista fique, em média, três dias a mais hospedado.

 

Afinal, o que é turismo responsável?

Se você nunca tinha ouvido falar nesse termo, não se preocupe! Nós vamos te ajudar. O turismo responsável nada mais é do que a prática da atividade levando em conta princípios como o respeito ao meio ambiente e às culturas locais. Dessa forma, o intuito é estar atento aos danos que determinada ação pode causar à natureza e à população local de alguma forma.

O assunto também está diretamente ligado aos órgãos públicos, uma vez que eles são responsáveis por desenvolver programas que fomentem e garantam essa prática. O papel deles é minimizar possíveis perdas e gerar desenvolvimento para o estado. Aqui no Paraná, por exemplo, os programas de turismo responsável são feitos por meio da Paraná Turismo, que tem como objetivo fomentar políticas estaduais e implementar projetos de incentivo ao desenvolvimento do setor de turismo.

 

Como colocar em prática no meu negócio? 

Essa é uma das perguntas mais comuns! Apesar de conhecer, na teoria, o que iniciativas como essa buscam, alguns empreendedores querem saber como colocar isso em prática dentro do seu negócio. Se você é um deles, veja essas dicas que separamos!

📍 Valorize a economia local: essa é uma boa dica para os empreendimentos que pode optar por produtores locais na hora de escolher o fornecedor. É o caso dos restaurantes, por exemplo. Além de possibilitar que os clientes provem uma comida genuinamente local, isso auxilia o próprio produtor, já que, muitas vezes, essa é sua única forma de sustento.

Tenha cuidado na separação do lixo e adote práticas sustentáveis: o consumo consciente e o cuidado na separação dos rejeitos é essencial - e não apenas no setor de turismo. Mas, por serem empreendimentos que normalmente recebem um alto número de visitantes, a atenção deve ser redobrada. O turismo responsável defende não apenas a preservação dos recursos naturais, mas também busca diminuir o impacto em comunidades locais.

🎯 Foque em serviços para divulgar a cultura local: promova ações locais e tenha uma equipe preparada para apresentar o que há de melhor na região. Isso inclui contratar funcionários da região e colocar os visitantes em contato com atividades feitas na comunidade.

📚 Inclua elementos educativos no seu negócio: um dos objetivos do turismo responsável é oferecer elementos educativos, ou seja, contribuir para a conscientização de turistas. As empresas também têm essa responsabilidade.

 

Perfil do Turista Responsável

O visitante que busca por lugares sustentáveis tende a ser um perfil cada vez mais comum do setor. Segundo um relatório divulgado pelo Report Linker, o turismo sustentável segue uma tendência de crescimento em todo o planeta. Até 2023, espera-se que esse setor tenha um aumento superior a 10% no mundo. Considerando tudo isso, qual é o perfil do turista que busca esse tipo de proposta? Confira abaixo as principais características.

📌 Tem como prioridade empresas que respeitem o meio ambiente e isso é um fator decisório

📌 Busca o contato com comunidades e quer favorecer a economia local

📌 Utiliza recursos como água e energia com moderação

📌 Compra artesanato e souvenir local

📌 Valoriza a culinária e produtores locais

📌 Preza pela separação correta de lixo

 

Indicações geográficas e o turismo

Você já ouviu falar em indicações geográficas no turismo? Esse é um dos assuntos mais discutidos recentemente - e colocado como prioridade para empresas e negócios do setor. O registro de indicação geográfica acontece quando um produto se torna conhecido por uma determinada característica e por ser produzido em uma região específica. 

Resumindo, a indicação geográfica valoriza os territórios onde os produtos são produzidos. Na gastronomia, por exemplo, essa é uma vertente bastante importante. Muitos chefs buscam atrelar às suas atividades uma função social e de sustentabilidade. Por isso, esse fator vai de encontro ao turismo responsável. 

Ao planejar seu modelo de negócio ou ao definir as ações do seu empreendimento, leve em consideração a responsabilidade com as práticas sociais e de conservação do meio em que está inserido seu negócio. Se questione sobre o seu negócio. Tenho pacotes que valorizem a cultura local? O meu negócio trabalha com práticas sustentáveis? Minha empresa traz algum impacto para a comunidade? Lembre-se sempre: quem não se adapta, fica para trás. Por isso, inove com responsabilidade!

Obrigada e até a próxima! 😉

🔵 Atendimento Digital SEBRAE 🔵
WhatsApp / Chat / Facebook / E-mail

 

Negócios em Turismo

Comunidade Sebrae
Patricia Albanez
Patricia Albanez Seguir

Coordenadora Estadual de Turismo no SEBRAE/PR Consultora de Negócios no SEBRAE/PR

Ler conteúdo completo
Indicados para você