[ editar artigo]

VAI COM MEDO MESMO! EU CONSEGUI, VOCÊ TAMBÉM CONSEGUE.

VAI COM MEDO MESMO! EU CONSEGUI, VOCÊ TAMBÉM CONSEGUE.

QUEM SOU EU?   

Sou Marlise Calefe Jorge, tenho 52 anos, casada há 35 anos, três filhos adultos e tenho muito orgulho de ser uma empreendedora artesã!

Minha ligação com o artesanato começou na infância, cresci vendo minha mãe e avó paterna fazendo crochê! Fiz pintura em tela com 8 anos e desde então eu nunca deixei de praticar o artesanato. Bordados em ponto cruz, caixas encapadas, costura, etc. Quando meus filhos eram pequenos eu não trabalhava fora, mas vendia tudo que vinha a mão: cosméticos, roupas, semijóias e muitas toalhinhas bordadas em ponto cruz que eu fazia.

Em 2000, precisei procurar trabalho fixo para ajudar financeiramente em casa, mas meu hobby sempre foi o artesanato! Nunca sentei em frente a uma televisão sem algo nas mãos para fazer.

SAÍ DO EMPREGO E FUI COM MEDO MESMO!

Em 2018, ainda trabalhando fora, sempre pensava em viver daquilo que mais amo fazer. Em dezembro tomei coragem, mesmo com medo, e resolvi deixar o emprego, onde eu já estava há 11 anos, e viver de artesanato em período integral. Não foi fácil, até porque, precisava ajudar nas despesas de casa. Mas o medo que me segurou todos esses anos no trabalho fixo, não me impediu de empreender, foi aí que investi em um curso de artesanatos infantis que me fez crescer muito como artesã.

O que me levou a tomar essa decisão foi o stress, às vezes, eu pensava: “vou enfartar”. Foram tempos difíceis trabalhar com financeiro e, ao mesmo tempo, ter o desejo de estar fazendo minha arte, usar minha criatividade, viver daquilo.

O QUE FAÇO HOJE VAI ALÉM DO QUE JÁ SONHEI!

Hoje, realizada, trabalho com aquilo que amo. Produzo manhã, tarde e noite e sempre que posso, sem cansar! A sensação é de que não é trabalho e sim prazer. Não tem absolutamente nenhuma etapa dos processos envolvidos que eu não ame! Preciso cuidar para não ficar dia e noite no ateliê rsrs.

A minha maior dificuldade no artesanato é que eu sou muito detalhista e acabo demorando muito para fazer as peças. Escolho cada detalhe pensando em como a criança vai lidar com aquele brinquedo e como ele pode explorar cada um desses detalhes, ajudando no seu desenvolvimento.

Conseguir ganhar produtividade para mim foi desafiante, estou aprendendo, fui em busca de profissionalização, fiz cursos e tive uma mentora com muita experiência que contribuíram muito para o meu desenvolvimento enquanto empreendedora. Hoje tenho mais agilidade na produção com a mesma criatividade, amor e perfeição!

Além de trabalhar com isso, comecei a dar aulas num projeto da igreja que participo. Ensinamos artesanato a todas as mulheres que querem aprender, de dentro e fora da igreja. Essa experiência foi muito intensa para mim e me despertou o desejo de somente trabalhar com cursos para as comunidades, desejo esse que, se Deus quiser, vou realizar.

INOVE E RENOVE! SEMPRE ESCOLHA SAIR DO LUGAR.

E novas ideias estão sempre surgindo! Estou desenvolvendo um novo projeto que pretendo colocar em prática em breve: gravar e vender cursos online em vídeos. Já estou buscando as informações necessárias e me capacitando para isso.

O artesanato faz parte da minha vida, mas entendo que para sobreviver dele precisamos estar o tempo inteiro procurando melhorar não só a nossa arte, mas também o nosso perfil enquanto empreendedoras. Quando eu comecei, por exemplo, eu fazia de tudo um pouco: naninhas, puxa-saco, objetos de decoração, lembrancinhas de aniversário... Mas com a busca constante de melhorias e conhecimentos consegui chegar ao meu nicho de trabalho e me considero especialista na criação e produção de quiet books e brinquedos educativos.

SONHE E FAÇA!

Tirar do papel meu sonho foi a melhor coisa que eu fiz. Vem conhecer o meu trabalho! Vamos trocar ideias e, é claro, aceito encomendas!                              Instagram e Facebook: @marliseatelie

Negócios em Turismo

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você