[ editar artigo]

Agricultura de precisão: VANTs e o mapeamento aéreo

Agricultura de precisão: VANTs e o mapeamento aéreo

Os VANTS (veículos aéreos não tripulados) surgiram como uma importante opção na agricultura de precisão. Os avanços tecnológicos têm permitido que sua aplicação na área agrícola e em missões de reconhecimento sejam favorecidas, principalmente, pela redução de custo, diminuição do tamanho dos equipamentos  e pela necessidade de otimização da produção.

O interesse em veículos aéreos tem crescido consideravelmente nos últimos anos. Isso se deve aos recentes avanços na tecnologia computacional, materiais mais leves, desenvolvimento de softwares, sistemas globais de navegação, avançados links de dados e sofisticados sensores são alguns dos motivos do aumento do desenvolvimento dos VANTs.

Assim, os VANTs podem ser utilizados em toda a safra. O planejamento inicial do plantio é de extrema importância para o desenvolvimento saudável da lavoura. Primeiro, ele pode sobrevoar áreas de interesse para o arrendamento da propriedade. No pré-plantio, eles podem realizar a topografia do terreno para delimitar a área, planejar o escoamento da chuva etc. Após a plantação, esses veículos fornecem indicadores quantitativos e qualitativos do plantio que podem ajudar na identificação de falhas, mapa da saúde da vegetação e mais uma série de soluções de acordo com cada cultura.

Além disso,o mapeamento aéreo com VANTs otimiza a ação do produtor e do agrônomo em campo, uma vez que eles identificam problemas, localizam e dimensionam as regiões. Dessa forma, é possível diagnosticar quais são as causas e elaborar ações necessárias para reverter a situação.

Regulamentação exigida

Os VANTs utilizados na agricultura de precisão são considerados como aeronaves e, por esse motivo, precisam seguir as regras previstas em lei para sua utilização. No Brasil, o responsável pelo espaço aéreo é o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), organização militar da FAB responsável por gerenciar tais atividades.

Para a realização de aerolevantamentos é obrigatória a autorização do Ministério da Defesa e estar de acordo com as regulamentações impostas pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e pela Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL). 

O uso do VANTs no agronegócio

Como vimos, esses veículos se tornaram uma ótima opção para a agricultura  por conseguirem desempenhar várias funções que antes precisavam ser realizadas por equipamentos distintos.

Em voos mais baixos com alta resolução espacial, os VANTs conseguem detectar mais rapidamente a presença de pragas na lavoura. Isso possibilita que o agricultor adote estratégias mais rápidas e assertivas.

Como esses veículos realizam um mapeamento completo da área de produção, o controle se torna muito mais eficaz, uma vez que demonstra ao agricultor as áreas que precisam ter suas estratégias de produção intensificadas, quais locais podem estar sofrendo com o ataque de pragas e quais regiões estão produzindo regularmente. 

Vantagens do mapeamento aéreo com VANTs para o seu negócio

Em um mercado cada vez mais acirrado, a produtividade aliada à qualidade é o que move o crescimento de um negócio. Os VANTs conseguem manter o custo-benefício, pois mapeiam grandes aéreas em tempo muito menor ao dos veículos tradicionais. Além de as imagens serem mais precisas e detalhadas, o veículo desempenha múltiplas atividades, como o monitoramento, contagem de plantas, varredura de lugares inatingíveis por veículos maiores etc.

O retorno sobre o investimento também pode ser obtido rapidamente, alcançando um número positivo em apenas uma colheita, por exemplo. Isso ocorre porque as perdas nas colheitas são evitadas devido ao plano de ação incorporado. O uso de VANTs também reduz bastante o custo operacional, garante a gestão de dados, e informações das plantações, o que garante decisões mais rápidas e certeiras. 

Além de otimizar o combate de pragas, esses veículos reduzem significativamente os incêndios, uma vez que permite que eles sejam facilmente encontrados e eliminados.

Os VANTs estão cada vez mais presentes no cotidiano do agronegócio, uma vez que oferecem suporte às decisões de gestão. Além disso, possibilitam ótimos resultados, como o controle mais eficiente das operações e intensificação da produção.

 










 

Comunidade Sebrae
Ler matéria completa
Indicados para você