[ editar artigo]

Inteiras para Mulherar o Mundo: o programa que está proporcionando o empoderamento feminino nas empresas

Inteiras para Mulherar o Mundo: o programa que está proporcionando o empoderamento feminino nas empresas

Quais são os nomes dos líderes que mais se destacam atualmente no país? Não importa se é na política ou dentro de uma empresa. Essa resposta vai ter, naturalmente, mais nomes masculinos do que femininos. Isso porque as mulheres representam 51,5 % da população brasileira. Mesmo assim, em 2016, apenas 39,1% dos cargos gerenciais disponíveis no Brasil estavam ocupados por elas, segundo o estudo do IBGE estatísticas de gênero: indicadores sociais das mulheres no Brasil.

Esse cenário faz com que as mulheres, muitas vezes, tentem se “comportar como homens” no mercado de trabalho para conseguirem crescer profissionalmente dentro das empresas que atuam. Situações como deixar de engravidar por medo de perderem seus empregos ou evitar expressar sentimentos e pontos de vistas com a equipe para não parecer fraqueza são mais comuns do que imaginamos. E, para ser um bom líder, é necessário ter autoconfiança. Pensando nisso, aqui na DUOMO criamos o programa “Inteiras para Mulherar o Mundo”. O objetivo principal é fazer as mulheres perceberam o quanto suas características femininas são valiosas e diferenciais. Assim, essas mulheres se sentem mais confortáveis sendo quem elas são e com vontade de realmente assumirem os desafios de terem cargos importantes.

O resultado inicial é positivo. Em um grupo com 20 mulheres, após participarem do “Inteiras para Mulherar o Mundo”, quatro foram promovidas, ou seja 20%. Todas as participantes relatam que estão mais seguras, produtivas, motivadas e empáticas tanto com homens como mulheres, o que favorece as relações interpessoais e parcerias.

A grande força do programa é trabalhar as qualidades do feminino, gerar autoconfiança, mas não focando em resultados apenas. É mais do que isso. É entender que essas qualidades femininas são valiosas e que você precisa transformar esse mundo e não apenas se adaptar. Não precisamos nos afastar de nossa essência para chegarmos ao sucesso. Nossa força não está sem ser um homem de saia, mas sim em sermos mulheres empoderadas.

O programa é dividido em quatro fases: Preparação, palestras, estímulo à prática e workshops vivenciais e práticos, onde as participantes lidam com barreiras culturais, preconceitos inconscientes e modelos mentais sobre o funcionamento das mulheres. O maior diferencial é tratar o feminino em uma linguagem corporativa. Também é trabalhada a contextualização histórica dos papéis das mulheres na sociedade.

 Vivemos uma cultura patriarcal há mais de 6.000 anos, que imprimiu isso na nossa alma e na forma de nos comportarmos. Fazemos uma revisão histórica para entender o ontem, resignificar o hoje e, assim, decidir como será o amanhã.

Comunidade Sebrae
Mari Martins
Mari Martins Seguir

Mari Martins, empresária, executive coach, mãe da Olívia, casada.

Ler matéria completa
Indicados para você