[ editar artigo]

O LÍDER QUE FAZ PERGUNTAS

O LÍDER QUE FAZ PERGUNTAS

Por muito tempo, foi comum acreditar que líder é aquele que tem as respostas. Afinal, é quando surgem os problemas que os verdadeiros líderes se manifestam, com respostas rápidas e efetivas. Gerações de profissionais se desenvolveram buscando desenvolver sua capacidade de responder, especialmente sob pressão.

E com isso, criamos uma legião de líderes que impediam suas equipes de crescerem e se tornarem extraordinárias!

Hoje temos clareza quanto ao fato de que ninguém faz nada sozinho. A história do exército de um homem só, é uma lenda somente aplicável ao cinema ou às revistas em quadrinhos. Por trás de cada realização expressiva, não existe apenas um responsável, mas um grupo de pessoas que construiu conjuntamente aquele resultado.

Um líder que se predispõe a ter todas as respostas, transforma sua equipe em uma sombra de si mesmo, costumeiramente dependente e irremediavelmente incapaz de funcionar da melhor forma possível.

Mas então, qual é o caminho?

Simples. Líder não é aquele que dá respostas. É aquele capaz de fazer perguntas. Muitas perguntas. E as perguntas certas.

Não é por acaso que falo tanto sobre referências em minhas palestras e artigos. Elas são a única coisa capaz de limitar nossas possibilidades de crescimento e desenvolvimento. E, a partir do momento que começamos a fazer perguntas, ao invés de dar respostas, damos às pessoas à nossa volta a oportunidade de ampliar as próprias referências, de evoluírem, e de construírem, dessa forma, as próprias respostas.

Possibilitar que nossas equipes – e, por analogia, que nossos filhos, para aqueles que os têm – dediquem tempo e energia para buscar respostas às perguntas verdadeiramente instigantes, é a melhor contribuição que um líder pode dar para sua equipe, para sua empresa e, em última análise, para si mesmo. Afinal, quanto mais bem preparadas forem as pessoas sob nossa liderança, maior será nossa própria capacidade de gerar resultados. Times extraordinários, formados por pessoas extraordinárias, é que criam resultados extraordinários. E ampliar as referências desses times a partir das perguntas certas, é o atalho mais curto para chegar lá.

Comunidade Sebrae
Allan Costa
Allan Costa Seguir

Palestrante, consultor, autor de 60 Dias em Harvard, co-fundador da Curitiba Angels, co-fundador do AAA Inovação

Ler matéria completa
Indicados para você