[ editar artigo]

O que te move?

O que te move?

Minha vida toda busquei algo especial. Encontrar meu propósito verdadeiro era algo que me movia com paixão. Queria quando partisse, deixar o mundo melhor do que quando cheguei. E isso sempre me impulsionou. Era como se uma voz dentro de mim me estimulasse para novos desafios dizendo: Isso não basta, você pode mais!

Sabe quando nos sentimos no dia da marmota e nem notamos que estamos escondendo nosso potencial? Decidi largar uma carreira executiva sólida e empreender. Para mim a idade chave foi aos 40 anos, mas hoje muitos já começam suas vidas com o drive da felicidade e do propósito genuíno em mente.

O desejo das pessoas de realizar algo único e se arriscar pelo que os move está pairando no ar, e isso é extremamente animador. Ter um propósito é saber onde você quer chegar e ter a energia necessária para trilhar esse caminho, que certamente não é dos mais fáceis. No livro “De dentro para fora: como uma geração de ativistas está injetando propósito nos negócios e reinventado o capitalismo”, Alexandre Teixeira cita exemplos de empreendedores que lutam para conciliar lucro e justiça social, competição e espiritualidade, eficiência e bem-estar; registrando o levante de uma revolução moral no âmago do capitalismo.

O mundo precisa mesmo de líderes apaixonados e inspiradores e eles já estão por aí deixando as suas marcas.

Mas quando falamos em propósito, muitos pensam que o único caminho é largar tudo e empreender. Ledo engano! As empresas precisam e estão buscando pessoas com propósito e felicidade genuína para formarem equipes que acreditem no poder da transformação. Que ressignifiquem a forma como trabalham e que internalizem na cultura organizacional a colaboração, gentileza e empatia, desenvolvendo um novo mindset para trabalharem juntas!

Apresento aqui duas pessoas de áreas completamente distintas, que colocam sua paixão no mundo e que por isso conseguem transformar realidades. André Barrence é diretor do Google for Startups Brasil. Com um sorriso aberto e olhar aguçado de quem vive o empreendedorismo há muito tempo, coloca alegria e leveza em tudo que faz. Isso inspira sua equipe e a todos que passam pelo Campus Google, por meio da inovação e do trabalho colaborativo.

Já Silvia Triboni decidiu empreender após os 60 anos. Com uma obsessão incurável por viagens, criou o projeto Across Seven Seas com a missão de estimular pessoas da mesma faixa etária que ela a viajarem e conhecerem novos lugares, mostrando os benefícios que as viagens e o turismo podem proporcionar a conquista da saúde integral.

Cada um a seu modo inspira e transforma qualquer desafio em oportunidade.

O dia-a-dia da vida pode muitas vezes ser pesado, mas acredite, a realidade é muito melhor do que vemos. Precisamos nos inspirar uns com os outros. E é essa inspiração mutua que nos coloca nesse novo mundo que já estamos habitando. Por isso te convido a descontaminar seu olhar e perceber novas oportunidades, novos objetivos e as coisas fantásticas que estão acontecendo por aí, construindo uma visão de mundo compartilhada, desconstruindo o que não serve mais.

E você já encontrou o seu propósito? O que te move?

Comunidade Sebrae
Izabella Ceccato
Izabella Ceccato Seguir

Fundadora de O Poder da Colaboração que já impactou mais de 40 mil pessoas pelo Brasil e pelo mundo. Empreendedora, palestrante, colunista da Revista Bons Fluidos, curadora de conteúdo e especialista em implementar processos de colaboração.

Ler matéria completa
Indicados para você