[ editar artigo]

10 dicas para escolher o nome da empresa

10 dicas para escolher o nome da empresa

De todas as decisões necessárias na jornada de como abrir uma empresa, é provável que a escolha do nome seja uma das etapas mais difíceis de executar. Para o sucesso da marca, é necessário que o nome cause um impacto imediato - afinal,a primeira coisa com que o consumidor interage é o nome da empresa. Para ter esse efeito, o nome deve transmitir ao público a mensagem correta.

O nome é o elo entre a marca e o consumidor, sendo associado diretamente ao segmento em que a empresa atua. Portanto, para que a empresa permaneça na memória dos clientes e tenha uma maior vantagem competitiva sobre a concorrência, é importante que ele seja eficaz.

Além disso, a escolha do nome é essencial para a tomada de todas as decisões legais da empresa, como o branding e o processo de criação da marca, juntamente com a identidade, posicionamento e slogan. Com isso, é possível criar o site, materiais de publicidade e marketing, cartões de visitas etc.

Assim, escolher o nome da empresa é tão importante quanto escolher o nome do filho. Tá bom, pode parecer exagerado, mas realmente é preciso escolher com cuidado. Para facilitar essa missão, nós vamos separar algumas dicas para quem está pensando em abrir um negócio ou deseja mudar o atual nome da empresa.

1. Pesquise e defina informações


Antes de começar a definir o nome da empresa, é preciso estar atento a alguns detalhes e responder a algumas perguntas.

Primeiro, defina o seu público-alvo. Levante o máximo de informações que conseguir, como o perfil demográfico, idade, sexo, estado civil, grau de escolaridade, profissão etc. Também é fundamental traçar o seu perfil psicológico. Tente se informar sobre os gostos dele, seus valores, causas que defende, por exemplo.

Em seguida, crie uma lista dos produtos e serviços oferecidos pela sua empresa e defina claramente o seu posicionamento, ou seja, qual o lugar que quer ocupar na mente do público-alvo.

Determinar seus diferenciais também é de suma importância. Procure estabelecer quais benefícios sua marca oferece em relação aos concorrentes. Leve em conta sua missão, visão e valores.

2. Dê preferência a nomes curtos

Na hora da escolha do nome da sua empresa prefira os mais simples, curtos e de fácil escrita, pois isso ajuda a fixá-lo na memória dos clientes. Além disso, é fundamental que ele tenha uma boa sonoridade. Muitos empreendedores cometem o erro de escolher um nome difícil de se pronunciar ou escrever. Essa tática pode fazer com que os consumidores não saibam como procurá-lo, por exemplo.

3. Desperte o interesse no consumidor

A escolha de um nome criativo pode despertar o interesse no consumidor. Para isso, é preciso que ele se diferencie dos concorrentes e que seja de fácil fixação na lembrança deles.

4. Compatibilidade com a logo

Para criar um nome de impacto, é importante pensar em todo o processo da criação da marca. É essencial que ele seja compatível com a logo. Para isso, relacione palavras, símbolos ou personagens que tenham conexão com a empresa e que despertem a atenção do público-alvo.

5. Faça o brainstorming

O brainstorming consiste em uma dinâmica de grupo a fim de desenvolver várias ideias. Para que essa dinâmica funcione é preciso dar autonomia aos participantes, sem censurá-los ou julgá-los. Quanto mais ideias são geradas, maiores são as chances de encontrar o nome ideal. Para isso, é importante reunir uma equipe multidisciplinar com capacidade analítica para ter diferentes perspectivas sobre o tema.

6. Evite conotações negativas

É preciso ter muito cuidado e evitar que o nome seja associado à eventos negativos. Fuja de situações constrangedoras e sérias, como o racismo, homofobia, xenofobia etc.

7. Seja original


Para se destacar dos concorrentes é preciso fugir dos clichês. Mantenha distância dos nomes que são parecidos com os da concorrência. Nomes muito similares se tornam ultrapassados ao longo do tempo, e você não quer isso, certo?

8. Registro da marca

Após a escolha do nome ideal, é hora de verificar se ele está disponível legalmente. Caso ninguém tenha o registrado no registro.br, é importante procurá-lo no banco de marcas do Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI) e na Junta Comercial do seu estado. Para que a sua ideia não seja utilizada por outra pessoa, é preciso registrá-la imediatamente!

Saiba mais sobre registro de marca >> CLICANDO AQUI <<

9. Evite modismos

Escolher o nome do seu empreendimento baseado em uma tendência não é a melhor opção. Essa escolha pode fazer com o que o nome da sua empresa esteja relacionado a algo que nem existe mais e, assim, a ideia pode não fazer tanto sucesso no futuro.

10. Faça o checklist final


Após as dicas anteriores, é preciso fazer um checklist para verificar se o nome escolhido atende os requisitos citados. Portanto, verifique se o nome:

  • É curto, simples e direto
  • É Fácil de memorizar
  • É Fácil de pronunciar e entender
  • Se diferencia dos demais
  • Cria identificação com o público-alvo
  • É objetivo e claro
  • Não é ambíguo
  • Tem o mesmo significado em outros idiomas
  • E (o mais importante) se é original e único.

Em resumo, encontrar o nome ideal para a sua empresa é uma tarefa nada fácil. Porém, nossas dicas irão ajudá-lo a tomar essa decisão tão fundamental para o seu negócio.

Gostou do artigo? Então comente abaixo como foi a escolha do nome da sua empresa e se daria alguma outra orientação a respeito desse tema. 🙂🤝

🔵 Atendimento Digital SEBRAE 🔵
WhatsApp / Chat / Facebook / E-mail

Novos Negócios

Comunidade Sebrae
Sebrae Paraná
Sebrae Paraná Seguir

Especialista em Pequenos Negócios - Atendimento ao Cliente | Marketing | Marketing Digital | Finanças | Gestão | Empreendedorismo | Comunicação | Inovação

Ler conteúdo completo
Indicados para você