[ editar artigo]

Como empreender com pouco dinheiro?

Como empreender com pouco dinheiro?

Como empreender com pouco dinheiro é uma pergunta que já fez muita gente perder o sono. Aquele sonho em ser dono do próprio negócio, em fazer o que se ama daquele jeito que só você sabe fazer, aumentar sua renda, fugir do fantasma do desemprego... Motivos não faltam.

Se o pouco recurso para investir assustava a muitos futuros empreendedores, com a crise econômica desencadeada pelo isolamento social causado pela pandemia do Coronavírus, muitos desanimaram do projeto.

Mas você já pensou que este é justamente o momento de empreender com pouco dinheiro? Com a mudança de comportamento dos consumidores, de relações sociais e profissionais e com nossa dicas, você vai perceber que sim, é possível te sucesso, mesmo com um baixo investimento.

Outra boa notícia é que os nichos são os mais diversos. Quer um bom exemplo? A revenda de hospedagem é um negócio de baixo custo e que já sai na frente com um diferencial. Outro são as conhecidas marmitas que podem ficar bem além do básico arroz, feijão carne e salada.

Para quem acha que precisa de um espaço físico, uma sede, um gerente e só de pensar no quanto isto vai custar já fica desanimado, temos notícias ótimas: você pode ser um empreendedor de sucesso sem uma sede e ainda trabalhando sozinho.

Vamos contar tudo sobre como empreender com pouco dinheiro.

Quais os tipos de negócio que não exigem um grande investimento?

A princípio, os negócios digitais saem na frente em relação a outros. Aqui se encaixam a revenda de hospedagem, consultorias à distância, produção de textos e tudo o mais que necessite basicamente de um bom computador e servidor de internet, além do capital humano, claro.

Outros podem ser virtuais e físicos, como um brechó online e os que podem ser realizados por uma única pessoa também são ótimas opções.

 

Modalidades mais econômicas, abaixo:
 

Trabalhe em home office

Para começar, o investimento em uma sede física, decoração, móveis, pessoal, fachada, telefone, sala de espera e contas de luz e internet são bem dispendiosos. Se o negócio que você escolheu permitir a modalidade home office, você já começa poupando.

Invista em um bom computador, provedor de internet e muita criatividade para lançar seu empreendimento.

▪ +Trabalhe sozinho

As despesas com pessoal sempre são altas, em especial quando você está começando um negócio de baixo investimento.

Se for possível escolher um negócio que necessite apenas de seu esforço e dedicação, pelo menos inicialmente, você já sai na frente. Em seu planejamento, considere ter ajuda de pessoal posteriormente.

 

Onde empreender com pouco dinheiro?

 

Revenda de hospedagem de sites

Com a revenda, você pode investir pouco e ter muito lucro em um mercado que só cresce e nem sentiu os efeitos da pandemia do novo Covid-19.

Se você oferecer a revenda de hospedagem de sites com 30 dias grátis, já sai na frente. Escolha um serviço que ofereça uma hospedagem de qualidade para seus clientes, faça pacotes que se encaixem na vida e no negócio de cada um deles.

E-commerce

Este é outro segmento que pode começar com um baixo investimento e tem crescido muito na época de isolamento social, com as pessoas saindo de casa cada vez menos, mas sem deixar de comprar. Com o e-commerce é possível abrir um negócio virtual e começar sozinho.

Franquia Virtual

Aqui é o momento em que o termo “baixo investimento” é relativo...  Existem inúmeras franquias virtuais com preços bem acessíveis e prontas para receber mais clientes. As vantagens são começar com uma marca que já é conhecida e inspira confiança, já tem sua identidade visual definida e em muitos casos, propagandas em grandes canais de comunicação que não vão pesar no seu orçamento.

Mercado de afiliados

Este é mais um serviço que o isolamento social imposto pela pandemia movimentou. Aqui, você recebe comissões para promover serviços ou produtos de quem já vende em ambientes virtuais.

Se associe a uma plataforma de afiliados como a Hotmart ou a Monetizze, por exemplo. Invista na criação de seu marketing em seu site ou redes sociais e faça sucesso.

Prestação de serviços

Aqui é um setor bem amplo, que pode ser no formato físico ou no virtual. A depender da sua escolha e em especial, se é você quem vai prestar o serviço, o investimento é mínimo.

Conserto de celulares, eletrodomésticos, roupas... A opções são muitas. O importante é apostar nos diferenciais que seu empreendimento pode oferecer e focar nas estratégias de marketing.

Marmitas

Este é um mercado que cresce e permite boas variações de linhas de cardápio. Um sabor de comida caseira tem tanto valor de mercado quanto um prato elaborado para um jantar especial. Um bom penne ao pesto ou uma marmita Fitness? Marmitas para aquele lanche da tarde delicioso? Como escolher? Quem vai determinar é seu cliente. A pesquisa de mercado é sempre fundamental.

Decidi empreender. E agora?

Para começar, parabéns pela decisão! Comece elaborando um plano de negócios de forma cuidadosa. Pesquise, analise, investigue. Saiba tudo sobre a área que você escolheu, defina o investimento e as perspectivas de faturamento. Defina ao menos suas estratégias iniciais de marketing e saiba tudo sobre seus concorrentes. Seja criativo e surpreenda seus clientes. A revenda de hospedagem com 30 dias grátis é um ótimo exemplo de como sair na frente.

O que dizem as pesquisas?

Falando em concorrência, uma pesquisa publicada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), revelou que nada menos do que 36% dos brasileiros adultos são empreendedores.

Outra importante pesquisa realizada pela Amway Global Entrepreneurship Report, constatou que, em 2018, 84% dos brasileiros eram favoráveis ao empreendedorismo e quase 60% estavam pensando ou já haviam pensado em abrir seu negócio.

Olho vivo! Não basta empreender, é preciso se manter no mercado.

Novos Negócios

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você