[ editar artigo]

Dicas infalíveis para empreender na internet

Dicas infalíveis para empreender na internet

Você comercializa etiquetas personalizadas, entre outros produtos e quer empreender na internet, mas não sabe por onde começar? Então, chegou ao lugar certo!

Com o avanço da tecnologia e ferramentas essenciais para potencializar os resultados, o comércio no mundo virtual é forte tendência em 2021. Afinal, a pandemia causada pela Covid-19 proporcionou o aumento de vendas online, ou seja, a probabilidade de investir nesse meio para começar a empreender, é uma excelente opção.

Entretanto, não adianta apenas colocar o seu produto de desengraxante biodegradável disponível na internet sem que haja informações de relevância para o público alvo.

E se você ainda tem dúvida sobre como empreender na internet, listamos quatro maneiras possíveis de realizar vendas e que são tendência para 2021. Continue lendo e confira! Vamos lá?
 

1. E-commerce

É fato que o comércio eletrônico, também conhecido como loja virtual ou e-commerce ficou em alta durante a pandemia da covid-19.

Embora haja crise por causa do isolamento social, demissão em massa, fechamento de comércios, redução de horários de estabelecimentos e afins, o e-commerce não foi afetado.

Com a possibilidade de vender em qualquer horário e até mesmo fim de semana, é a plataforma que possibilita divulgar produtos e vender de modo mais prático. Vale lembrar que é necessário fornecer informações de interesse do público-alvo para evitar taxa de rejeição na página e não concretizar a venda. 

Portanto, se deseja empreender em produtos como pistola de pintura pulverizadora, cosméticos, entre diversos outros, aposte no e-commerce e aplique estratégias de marketing digital para te auxiliar.

2. Marketplace

Se você deseja vender produtos, mas não quer criar o seu próprio domínio, é possível apostar em marketplace.

É uma outra forma de loja virtual e que também ficou em alta após a chegada da pandemia em 2020.

É possível divulgar produtos, fornecer o preço, descrição do item e assim por diante. Quanto mais informações inseridas, melhor para que o potencial cliente tenha a decisão de compra. 

3. Marketing de afiliados

Você já ouviu falar em marketing de afiliados? Existem duas possibilidades de fazer negócio com essa plataforma: ser o criador de conteúdo, ou o afiliado para fazer a revenda. 

Basicamente, ambos obtêm rendas por cada venda realizada, ou seja, se um afiliado conclui a venda para determinado cliente, ele recebe uma bonificação além do criador de conteúdo. 

Por exemplo: se você domina algum assunto e deseja investir em cursos online e oferecer para um público específico, é possível investir no marketing de afiliados. Por outro lado, se prefere apenas investir no marketing para captar o público alvo e fazer a revenda, você pode ser um afiliado e ganhar uma renda extra!

4. Redes sociais

É possível empreender na internet de diferentes maneiras, inclusive nas redes sociais como Facebook e Instagram.

Além de possibilitar melhor relacionamento com o consumidor e interações frequentes, é possível divulgar os produtos e serviços, além de links do e-commerce, marketing de afiliados e marketplace.

Além do mais, de acordo com o The Global State of Digital in 2019, elaborado pela Hootsuite e We Are Social, cerca de 3,484 bilhões de pessoas usam redes sociais. No Brasil, 140 milhões de brasileiros passam mais de 3 horas por dia conectados às redes sociais.

Dito isto, é uma excelente oportunidade para começar o seu empreendimento na internet, não é mesmo?

Gostou do post? Deixe o seu comentário!

Novos Negócios

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você