[ editar artigo]

8 Dicas para abrir seu Salão de Beleza

8 Dicas para abrir seu Salão de Beleza

 

Está pensando em abrir um Salão de Beleza, mas não sabe por onde começar? Então acompanha as dicas que vou te passar aqui 😊

Abrir um negócio na área de beleza e estética tem tudo para dar certo, porque mesmo passando por crises as pessoas continuam com a necessidade de se arrumar e o público é muito amplo, já que não tem limite de idade, nem gênero e nem classe social.

Você sabia que o Brasil, apesar de ser a sétima maior economia é o terceiro maior mercado de beleza do mundo? Mais um bom motivo para investir nesse ramo!

Vamos as dicas:

1. Faça um Planejamento

Coloque tudo no papel, seus objetivos, metas, público-alvo, riscos, a verba necessária, etc. Liste todas as tarefas que terá de realizar para abrir seu próprio negócio, isso vai te ajudar a acompanhar o que já foi feito e o que ainda está por fazer.  

Uma ferramenta que vai te ajudar neste processo é o Plano de Negócios, ele é um documento que irá permitir analisar a viabilidade das suas ideias, nele é importante anotar TUDO, para que nenhum detalhe passe em branco. Calma que nós também vamos te ajudar com isso, seguem 3 passos para você se dar bem em seu planejamento:

        1º passo: Análise de mercado

Conheça a fundo o mercado em que está se inserindo, isso envolve seu público, os concorrentes e fornecedores.

        2º passo: Posicionamento

É importante saber como quer que seu salão seja reconhecido, pode ser por ter um preço justo, um ambiente agradável, um serviço eficiente, uma boa localização, etc. Pense sobre como quer que os clientes te conheçam, e depois nas ações de marketing que irá realizar.

        3º passo: Plano operacional

Nesta parte você irá definir como a empresa irá desenvolver os seus serviços, isto inclui quais equipamentos vai utilizar, materiais e profissionais utilizados para cada uma das fases, como corte, coloração, escova, etc.

Após terminar o Plano de Negócios você terá uma parte do caminho andado para o sucesso do seu salão, mas lembre-se que não basta apenas planejar, é necessário tirar suas ideias do papel para que seja possível atualizar o que for necessário e corrigir em caso de erros.

2. Entenda o mercado da beleza

Pesquise e conheça mais sobre estudos realizados nesta área e veja o que pode utilizar como diferencial em seu negócio, um exemplo é ter um espaço destinado a atender os homens, um público que vem aumentando consideravelmente para os salões, ou mesmo um espaço kids, para as crianças se divertirem enquanto a mamãe se arruma. Uma ferramenta para te ajudar neste passo é a Análise SWOT, também conhecida como FOFA, nela você analisa Forças e Oportunidades do seu negócio, bem como Ameaças e Fraquezas que podem interferir no seu sucesso.

Conheça mais sobre a ferramenta clicando AQUI.

3. Encontre o ponto ideal

O local em que vai instalar o seu salão é muito importante, uma vez que ele possui muita influência na movimentação, determina seu público e se seu estabelecimento será atraente para ele. Sendo assim, não só os seus serviços como também o seu ponto deve estar alinhado ao seu público. Tenha em mente que, se você se instalar em um bairro mais nobre, prestará serviços para clientes das classes A e B, caso se instale em um bairro mais popular, provavelmente irá atender a classe C. Lembre-se que de nada adianta gastar tudo em um ponto “badalado” se você não puder entregar um serviço de acordo com os padrões que seu público espera.

Também é importante pensar nas características físicas do seu ponto, por exemplo, uma loja de esquina tem muito mais visibilidade, mas possui um custo mais alto do que uma no meio da rua. Analise se existem estacionamento próximos ou locais em que o cliente possa deixar o carro com segurança, isso pode facilitar o fluxo. Outra dica é analisar a concorrência, onde tem mais salões tem um maior número de clientes, mas você terá que bater de frente com eles e se diferenciar dos demais para ter uma fatia deste mercado.

4. Defina seu público-alvo

Procure definir seu público de acordo com seu objetivo, seus serviços e mesmo com o ponto que pretende adquirir, responder as seguintes perguntas pode te ajudar nesta etapa:

  • Quem está comprando?
  • O que está comprando?
  • Por que está comprando?
  • Quais são seus hábitos de compra?
  • Qual é a sua renda?
  • Qual o seu nível cultural?
  • Como é o seu estilo de vida?

Após responder as perguntas e definir seu público-alvo, foque em atrair e fidelizar estas pessoas, pois elas farão a propaganda do seu salão e te ajudarão a crescer.
 

5. Escolha os serviços que seu salão vai prestar

Lembre-se de alinhar qualidade e variedade, de nada adianta ter vários serviços, mas não os realizar com a qualidade esperada. Também pense no seu público alvo e crie promoções e/ou pacotes para ele.

Serviços de beleza de baixo custo: dicas para atingir todos os ...

6. Elabore um projeto para o ambiente

Não construa seu ambiente de qualquer jeito, as pessoas vão passar horas dentro dele e é necessário que se sintam bem e seja acessível para todos. Pense nos equipamentos, móveis e produtos que irá utilizar e foque em proporcionar o maior conforto e praticidade possível ao cliente e aos profissionais que irão trabalhar com você. Não se esqueça de desenvolver uma fachada atraente, pois ela será a primeira impressão do público, e como muito se fala “a primeira impressão é a que fica”, então capriche.

Decoração Salão de beleza Papel de parede cinza guardinistancati ...

7. Conheça as leis para abrir o seu negócio

Abrir um salão de beleza é uma tarefa burocrática. Para abrir seu negócio, ele precisa estar regulamentado nos seguintes órgãos:

  • Junta Comercial do seu estado;
  • Secretaria da Receita Federal (para conseguir seu CNPJ);
  • Secretaria Estadual de Fazenda;
  • Prefeitura da sua cidade (para obter o alvará de funcionamento);
  • Enquadramento na Entidade Sindical Patronal;
  • Caixa Econômica Federal (para cadastrar-se no programa Conectividade Social – INSS/FGTS);
  • Corpo de Bombeiros.

Também é importante estar atento as regras da Vigilância Sanitária, uma vez que muitos produtos de uso cotidiano no salão são químicos.

8. Analise e cuide do seu orçamento

Para começar a operar, além dos custos de reforma e montagem do salão, você precisa saber quanto custa por dia para abrir, somando todos os gastos diários, como produtos, manutenção e profissionais, e quanto você precisará faturar para pagar este investimento inicial. Delimite todos os gastos antes de começar a gastar, faça orçamento com fornecedores e distribuidores e tente sempre conseguir a melhor negociação.

Após estas dicas você já está com o planejamento do seu salão pronto, basta agora criar uma identidade forte, que faça as pessoas lembrarem do seu estabelecimento, montar a equipe ideal e saber gerenciá-los (é importante criar uma rotina de trabalho para você e para seus profissionais) e por fim, mas não menos importante, criar uma estratégia de divulgação para o seu salão, o Instagram tem sido muito utilizado e tem trazido ótimos resultados para as empresas. Lembre-se sempre de focar no seu público-alvo e criar boas promoções e sorteios, isto trará clientes até seu estabelecimento.

Espero que tenha gostado e que possa aplicar as dicas para que o seu empreendimento seja um sucesso! 😉

📌 Faça parte da Comunidade Novos Negócios e tenha acesso aos melhores conteúdos!

Abraços,

Andressa Pereira

Novos Negócios

Ler conteúdo completo
Indicados para você