[ editar artigo]

Montar um negócio em 2021: saiba o que é preciso levar em conta

Montar um negócio em 2021: saiba o que é preciso levar em conta

Você não precisa de ideias de negócios mirabolantes para poder finalmente tirar o projeto do papel e montar um negócio em 2021. Basta ter coragem, disposição, algum conhecimento técnico e a força de vontade para empreender nesse que pode ser um dos melhores anos para poder começar uma empresa. Afinal, apesar de cenários macroeconômicos negativos, há uma perspectiva de retomada forte na nossa economia.

É verdade que a pandemia do novo coronavírus ameaça. Ela já acabou com mais de 700 mil negócios. No entanto, também é verdade que mais de um milhão de pessoas começou a empreender desde o início da crise. Agora que a situação parece se encaminhar para o fim com as vacinas sendo aplicadas, há fortes sinais de retomada econômica e possibilidade de crescimento de empresas.

Se você tem o sonho de montar um negócio em 2021, precisa saber como fazer isso do jeito certo. Veja os principais passos para isso a seguir!

4 passos de como montar um negócio em 2021

 

1. Escolha com cuidado a área que deseja iniciar seu negócio

O mercado sofreu uma revolução em 2020 e ainda não terminou suas mudanças. Com a necessidade de as pessoas passarem mais tempo em casa, muitos itens acabaram se tornando supérfluos enquanto outros ganharam grande destaque. Por exemplo, houve um crescimento na procura de móveis e itens de decoração e eletrodomésticos, e uma queda drástica em itens de festa como convites de casamento, decoração e aluguel de salão para eventos.

Estude quais áreas estão em alta, e tem previsão de continuar em alta, e busque investir seu negócio nesses nichos. O mercado de eventos ainda continua instável, já restaurantes, devido aos aplicativos de entregas, conseguiram se reerguer após um período de queda inicial.

2. Tenha uma quantia segura para investimento e imprevistos

Com o baque do fechamento do comércio em março de 2020, muitos negócios não sobreviveram. Agora, com informações e experiência de antemão, há a possibilidade de se preparar melhor antes de abrir seu negócio.

Ao planejar quanto dinheiro investir para abrir sua empresa, além dos gastos comuns, considere a instabilidade do comércio, possíveis lockdowns futuros e demora no retorno devido à imprevisibilidade financeira de seus consumidores. É necessário colocar na conta também os riscos maiores de seus funcionários se ausentarem por motivos de doença e turnos rotativos para garantir a segurança de todos até que saia a vacina para todas as idades.

Colocar estes pontos novos em seu plano de investimento criará uma base sólida para seu negócio que não será abalada por nenhuma ocorrência futura, e ele sobreviverá por décadas independente de qualquer imprevisto.

3. Tenha um segmento online

Se os últimos anos já mostraram que a internet é o futuro dos negócios, 2020 não deixou outra escolha senão recorrer ao universo online para sobreviver à crise do comércio. Este ano o mercado do e-commerce só se fortaleceu e muitas empresas se adaptaram facilmente à esta nova realidade.

Independentemente do tipo de negócio que escolher investir, faça um segmento online para interagir com o maior número de pessoas possível. Se seu nicho for comércio de produtos ou alimentos, é imprescindível que ofereça entrega através de serviço postal ou aplicativos especializados, já que ainda é cedo para afirmar se lojas físicas voltarão a funcionar ao público no mesmo movimento anterior.

4. Cuide da parte burocrática

Falar de burocracia pode ser uma chatice quando estamos na fase de planejar e pensar no negócio. No entanto, é necessário ter atenção a esse momento pois ele pode ter consequências práticas lá na frente.

Por exemplo, sua empresa será Simples Nacional ou você abrirá um MEI? É verdade que o MEI tem mais vantagens para quem trabalha sozinho, mas o Simples tem uma possibilidade de crescimento melhor.

E dentre as outras opções, qual delas tem a menor carga tributária para você? É bom escolher a carga certa nesse momento, pois o peso dos tributos podem atrapalhar seu crescimento nessa fase tão sensível e instável.

Além disso, como formar seu negócio juridicamente? É melhor ter uma EIRELI? Essas perguntas devem ser feitas sabendo as consequências de cada uma delas.

Já se o seu nicho for de serviços, a internet irá ajudá-lo a levar seu nome além, interagindo com um público muito maior do que fisicamente e tendo retorno mais rapidamente também.

Agora que você já sabe como montar um negócio em 2021, é hora de começar a colocar essas dicas em ação. Lembre-se de investir em um estudo de mercado para saber exatamente qual a melhor estratégia para você e nunca esqueça que gerenciar uma empresa é uma maratona, não uma corrida de 100 metros. Talvez você veja outras pessoas tendo mais sucesso no curto prazo, mas talvez elas desistam no longo. Por isso, mantenha a disciplina e siga seu plano!

Gostou das dicas? Então comente abaixo com a sua opinião!

Novos Negócios

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você