[ editar artigo]

Ter ou não ter um sócio? Eis a questão...

Ter ou não ter um sócio? Eis a questão...

Sabemos que antes de abrir um negócio, é necessário fazer um planejamento. Mas, e quando decidimos ter um sócio, o que precisamos saber?

É comum que ao contar sua ideia de negócio para amigos ou familiares, algumas pessoas gostem tanto, que possam surgir propostas de sociedade, e aí começam as dúvidas.

Quais as diferenças: MEI, Empresário Individual, EIRELI, Sociedade ...
Devo aceitar uma proposta de apoio financeiro para iniciar um negócio? Sem dúvida é uma proposta tentadora, pois acaba dando uma certa segurança, primeiro porque alguém gostou mesmo da sua ideia, e segundo porque você estaria dividindo a responsabilidade de algo que ainda não sabe se dará certo ou não.

Antes de aceitar, comece com a seguinte pergunta: 

Por que você precisaria de um sócio?

O que você terá com esse sócio, que não conseguiria sozinho? Vá além do apoio financeiro, imagine como esse sócio poderia te ajudar no dia a dia da empresa. Como você poderia dividir as tarefas com ele? O que ele sabe ou faz que seria bom para o seu negócio?

Lembre-se, antes de responder ao possível sócio, faça uma lista, analise algumas informações e não se deixe levar pelo calor da emoção, esse é o primeiro ponto para o seu negócio ter sucesso. Analise sempre a situação e os dados, quando eles existirem, antes de tomar qualquer decisão.

Que tipo de sócio você quer? 

Quais as características e competências que você gostaria de encontrar em um sócio? É comum que comecemos a listar coisas que gostamos em nós mesmos, mas neste momento pense em algumas competências que talvez você não tenha, ou que não sejam seu ponto forte.

Por exemplo, se você pretende trabalhar com a venda de artigos femininos pela internet, mas é muito envergonhado, e não gosta de gravar vídeos, apesar de achar que essa é uma boa forma de divulgar os seus produtos... Será que alguém com um perfil mais comercial poderia te ajudar? Claro que não é só isso, precisaria analisar outras características, inclusive colocar na balança, as que você não gostaria que ele tivesse.

Qual o valor necessário para iniciar esse negócio?

Quando temos uma ideia, dificilmente nos sentamos e começamos a calcular o investimento necessário para abrir o negócio. É comum começar validando a ideia, ou seja, contando para um amigo ou até mesmo tentando fazer uma venda para um conhecido.

Então, coloque no papel tudo que seria necessário para iniciar o negócio, seja a compra de mercadoria, embalagens, montar um site e até o tempo que precisará investir. Com essas informações em mãos, será mais fácil apresentar e avaliar se seu futuro sócio tem condições de entrar neste negócio com você.

Como devo formalizar a sociedade?

Agora que já alinhou com seu futuro sócio as questões anteriores, o próximo passo é detalhar o Contrato Social. Neste documento devem constar todas as informações sobre o seu futuro negócio e os detalhes da sociedade, como:

  • A responsabilidade de cada sócio;
  • Qual a função de cada um no negócio;
  • Qual a quantidade e periodicidade das retiradas financeiras;
  • O percentual de participação de cada um;
  • Entre outras questões pertinentes ao negócio.

Hoje, existem 9 tipos de sociedade empresarial no Brasil, então vale apena buscar o auxilio de um advogado ou de um contador, antes de decidir qual caminho seguir.

📌 Lembre-se: Faça parte da Comunidade Novos Negócios e tenha acesso aos melhores conteúdos!

Um abraço e até a próxima.

Franciele Dulla 

Novos Negócios

Comunidade Sebrae
Franciele Dulla
Franciele Dulla Seguir

"Levar os clientes a alcançar Sucesso é um grande desafio, por isso entender as dores, experiências e jornadas dos clientes são fundamentais." Formada em Administração de empresas, especialista em relacionamento e Sucesso do Cliente.

Ler conteúdo completo
Indicados para você