[ editar artigo]

Empreendedor que vende geladinhos INOVA o seu negócio e melhora as vendas

Empreendedor que vende geladinhos INOVA o seu negócio e melhora as vendas

Esta é a história do Felipe Magnani, 32 anos, nascido em Curitiba mas morador de Araucária desde  2015, casado com Franciely Olm Magnani a 8 anos, e recentemente descobriram que serão pai e mãe do Benjamim,  primeiro filho.

Em 2016 com a crise que sobre veio o país,  Felipe perdeu seu emprego registrado, e depois de quase um ano passando por algumas dificuldades financeiras, pois só a esposa não estava dando conta de manter a casa, começou a pensar em algum forma que pudesse trazer ganhos financeiros ao casal, e das opções que surgiram a melhor foi a de uma lembrança de quando o pai do Felipe ficou desempregado e através da venda de geladinhos sua mãe manteve as despesas da casa, foi neste momento que veio a ideia, abrir um negócio para vender geladinhos, os famosos sacolés, din din, chupe chupe, gelinho, etc.

Porém Felipe queria fazer algo diferente, único e personalizado, foi então que decidiu partir para o gourmet, logo veio o nome da empresa "GELOLIPE GELADOS GOURMET". entretanto, o que era para ser um forma de ganhar uns trocados, vendendo os geladinhos para as crianças do condomínio onde moravam, começou a tomar corpo e pessoas começaram a pedir os geladinhos pela cidade de Araucária, e as entregas começaram.

 

"Nossa missão é oferecer uma experiência doce e nostálgica à todos os nossos clientes, queremos transportar as pessoas à época em que a infância era tão doce quanto as sobremesas da avó!"

 

Ainda no ano de 2017, a Gelolipe foi surpreendida por um pedido de uma rede de comunicação para que eles ingressassem o Espaço Bom Gourmet deste veículo de imprensa, foi então que as vendas em Curitiba e Região Metropolitana começaram a bombar, e então veio a necessidade da formalização.

Agora como Micro Empreendedor Individual, a pequena industria que não coube mais dentro de casa e precisou ser instalada em local próprio através da INOVAÇÃO deu nova cara ao geladinho gourmet, e, aquele simples saquinho amarrado, passou a ser embalado em máquina própria,  e a empresa passando a se comunicar com seus clientes através de conceito de marca e das redes sociais.

 

No entanto como não se pode ficar parado, é necessário sempre INOVAR, a Gelolipe passou por mais uma grande inovação, antes com opções de sabores apenas gourmet, a empresa buscou outros nichos de mercado, como por exemplo o fitness, e assim trouxe sabores para ser vendidos dentro de academias e centro de estética, e ainda pensando no inverno, quando as vendas deste tipo de produto tem uma significativa baixa, a Gelolipe inovou criando o geladinho alcoólico para ser vendido em bares e restaurantes, para atender ao público adulto.


Outro dia quando estava contando esta história me interpelaram sobre qual seria o "pulo do gato" da Gelolipe, por estar vendendo um produto com baixa barreira de entrada no mercado pelos concorrentes porém mesmo assim eles terem sucesso, minha resposta foi simples é a INOVAÇÃO, esta empresa esta sempre trazendo movimento aos seus negócios, seja na forma de produzir, seja na forma de entregar um produto em Araucária ou em qualquer município da região metropolitana nas mesmas condições, isso é quando você abre a caixa os geladinhos parecem terem sidos tirados do freezer naquela hora, e ainda ele agrada a todos, seja na hora da sobremesa, na hora de se refrescar após o treino ou no happy hour, adulto ou criança, mulher ou homem, ele atende todos os públicos, isso é o "pulo do gato" deste negócio, um modelo que está baseado na INOVAÇÃO.

Por fim, para alavancar ainda mais as receitas, recentemente a GELOLIPE criou mais uma linha de produtos, para agradar o paladar de seus fãs e clientes, os Alfajor da Gelolipe, opções de produtos que podem ser consumidos no inverno ou no verão.

Perguntei ao Felipe qual era missão da Gelolipe, ele com firmeza disse: "Nossa missão é oferecer uma experiência doce e nostálgica à todos os nossos clientes, queremos transportar as pessoas à época em que a infância era tão doce quanto as sobremesas da avó!"

 

Comunidade Sebrae
Eliezer Cordeiro
Eliezer Cordeiro Seguir

Apaixonado pelo desenvolvimento municipal, entusiasta da política pública da inclusão econômica do micro empreendedor individual, sonhador como a maioria dos agentes de desenvolvimento, e focado nas ações de inovação para os MEIS.

Ler matéria completa
Indicados para você