[ editar artigo]

A ARTE DE SERVIR O que esperar do setor de serviços da saúde

A ARTE DE SERVIR
O que esperar do setor de serviços da saúde

Serviço, pode ser entendido como ato ou efeito de servir: “ação ou efeito de servir, de dar de si algo em forma de trabalho”[1]. Implica em realizar ou entregar algo não material, diferente de entregar ao material como um produto, por exemplo: um equipamento para monitoramento de sinais vitais.

O segmento de saúde é um grande prestador de serviços. Que molda sua estrutura da mesma forma em que as necessidades humanas se transformam. Nestes novos tempos, este setor vem sendo impactado de forma acentuada, levando a uma pergunta inevitável: o que surgirá desta metamorfose?

Em matéria de julho/2019 publicada no portal Terra, o Brasil foi apontado como 8º maior mercado de saúde no mundo. Contava com 2,18 médicos para cada mil habitantes (sendo o 4º maior país com população médica), mais de 6 mil hospitais e cerca de dois milhões de enfermeiros, técnicos e auxiliares. A matéria ainda destacou que nosso país, estava em 9º lugar no ranking de países com mais gastos com saúde, um total de 8,5% do PIB (Produto Interno Bruto), o que corresponde a US$ 1.109 per capita[2].

Mas, o setor de serviços de saúde pode ser ainda mais “elástico” se considerarmos nesta equação os demais profissionais da saúde que prestam serviços, como por exemplo: Psicólogos, Fisioterapeutas, Nutricionistas, Biomédicos, Farmacêuticos, Dentistas e todos os demais profissionais que entregam o seu talento em forma de servir e não como um produto oriundo de industrialização.

Sem dúvida, um mercado complexo, multidisciplinar e que ainda possui um desenho singular, a divisão entre o que é público e o que é privado. Esta “semântica” se aplica a toda cadeia: Hospitais, Laboratórios, Indústria e Serviços. Tudo isso tem um custo, Dados divulgados pelo IBGE no final de 2017 mostram que os gastos com bens e serviços de saúde no Brasil cresceram e atingiram o patamar de R$ 546 bilhões, o que equivale a 9,1% do PIB nacional[3].

MAS ENTÃO, O QUE ESPERAR?

É importante termos em mente os cenários que vinham sendo desenhados até o final de 2019. Para muitos especialistas de mercado o emprego de dispositivos tecnológicos, novos modelos de negócio e prestação de serviços causariam impactos importantes. Podemos citar a influência de Big Data, IoT, Marketing Digital, Inteligência Artificial, Serviços de Telesaúde. Mas, o que não havia ao final de 2019 era uma pandemia viral.

É muito difícil e pretensioso fazer previsões sobre como o mundo vai se desenhar. Contudo, é possível dizer que todas as tendências apontas ao final de 2019 irão ocupar algum espaço em talvez, um período de tempo mais curto que o previsto. Ainda, poderíamos adicionar dois (ou mais) novos itens aos já citados: Empatia e Cuidado.

É certo que o setor de prestação de serviços de saúde elevará o nível dos cuidados objetivando a segurança sanitária de profissionais e usuários, o que em tese se resume a: Sermos mais cuidadosos com a vida do outro e com a nossa própria. Novos protocolos de segurança estão sendo implementados, novas normas regulatórias estão sendo definidas e novos hábitos estão sendo adotados e tudo isso poderá remodelar o setor. Além disso, uma nova pergunta aparece: Será que nos tornaremos mais humanos? Se a resposta for sim, é provável que nosso nível de empatia cresça. Que nosso olhar seja mais humanizado uns com os outros e a valorização da vida ganhe novos contornos. Caso esta perspectiva se realize, aí então teremos uma transformação disruptiva tão potente que será capaz de transformar os negócios no setor de serviços da saúde. O futuro é construído por nós hoje, que futuro queremos construir?

Prof. Dr. Cristiano Teodoro Russo

Professor Adjunto no curso de medicina da PUCPR e Coordenador da Aceleradora Hotmilk da PUCPR, ambos no Campus Londrina. Presidente do Grupo Salus, governança do setor de saúde de Londrina.

1-http://michaelis.uol.com.br

2- https://www.terra.com.br/noticias/dino/o-brasil-e-o-8-maior-mercado-de-saude-do-mundo,4f126aa3fc74c1876e7f0dfd81523c60qii5n85h.html

3-https://telemedicinamorsch.com.br/blog/mercado-de-saude

Saúde é nosso negócio

Comunidade Sebrae
Cristiano Teodoro Russo
Cristiano Teodoro Russo Seguir

Um "Realista Esperançoso". Professor, Coordenador da Aceleradora Hotmilk da PUCPR Londrina

Ler conteúdo completo
Indicados para você