[ editar artigo]

O desafio de um chef não é só acertar o sabor

O desafio de um chef não é só acertar o sabor

As dificuldades, desafios e crises atacam qualquer empresário e empreendedor, inclusive os chefs. É comum a gente pensar que algumas coisas só acontecem com a gente, mas quando vemos exemplos de empreendimentos pelo mundo com as mesmas dificuldades podemos aprender com eles.

Nesta semana o mundo todo comentou uma só coisa: o fechamento de mais de 20 unidades da rede de restaurantes do famoso chef Jamie Oliver, na Inglaterra. Sem contar as outras sedes no mundo, que podem ser impactadas pelos desafios financeiros enfrentados pelo chef-empreendedor. Mesmo investindo mais de cinco milhões de dólares para tentar recuperar seu negócio, não foi suficiente e o chef precisou pedir recuperação judicial. Já se fala na demissão de mais de mil colaboradores.


Os problemas do chef-empreendedor começaram em 2016. Durante todo esse tempo, ele disse que buscava alternativas para vencer os desafios. Nada o que conseguiu fazer foi suficiente para aplacar os grandes percalços do negócio.

O chef mineiro Bernardo Garcia, um empreendedor de 26 anos, também viu a dureza de ter que reinventar o seu negócio: em três semanas. Ele abriu uma kebaberia em Belo Horizonte e amargou um grande prejuízo em um curto período de tempo. O chef não deixou se abalar, buscou alternativas e antes de reabrir seu negócio apostou em outro: o Serial Eaters. É um delivery de comida inspirado em seriados do Netflix e hoje ele é convidado para falar sobre como reinventar um negócio.

O chef Erick Jacquin, antes do Master Chef, liderava um programa chamado “Pesadelo na Cozinha”. O propósito era selecionar restaurantes à beira da falência ou com muitas dificuldades e ajudá-los a sair do buraco, utilizando sua experiência para identificar falhas e apresentar soluções. Isso tudo baseado em sua própria experiência.

Entre 2006 e 2014, ele comandou o premiado restaurante francês La Brasserie Erick Jacquin, em São Paulo, que acabou fechado por problemas financeiros. O chef disse que quem passou por um problema financeiro assim sabe como é e precisa dar a volta por cima. Sua experiência deve ser contada para ajudar os outros a ultrapassar os desafios e, até mesmo, decidir pelo fechamento do negócio.


E os desafios são tão constantes nesse meio, que mais um programa se dedica a mostrar as dificuldades e como é possível escalar para as linhas azuis do orçamento. O SOS Restaurante também é um reality que tem a proposta de fazer um restaurante à beira do fracasso dar a volta por cima – e em apenas dois dias – sob comando do chef Robert Irvine.

Comunidade Sebrae
Paula Batista
Paula Batista Seguir

Jornalista, especialista em Ciência Política e Sociologia Política. Graduanda em Direito, trabalha na Agência de Notícias Lide Multimídia e atua comunicação há mais de 20 anos.

Ler matéria completa
Indicados para você