[ editar artigo]

O novo consumidor: mais ativismo e empoderamento coletivo

O novo consumidor: mais ativismo e empoderamento coletivo

Com a globalização e o maior acesso às informações, a comunicação está mais democratizada e o consumidor cada vez mais empoderado. Ou seja, o consumidor está mais exigente e consciente do que quer, e busca consumir produtos de empresas que possuem valores similares ao dele. Esse comportamento ativista das novas gerações, gerou um grande impacto para as empresas que precisam se posicionar com ética e responsabilidade, uma vez que, o consumidor está mais politizado e atento à conduta das empresas.

Com o novo comportamento do consumidor, portanto, o empoderamento coletivo também ganhou espaço, o olhar das empresas está cada vez mais voltado à representatividade. Se a sua empresa ainda foca naquele cliente das pesquisas tradicionais, é possível que ela seja “atropelada” pelas rápidas transformações que, inclusive, integram o consumidor. Além de ser visto como comprador, é preciso entendê-lo como indivíduo e cidadão, uma vez que o futuro das empresas está relacionado à análise do consumidor.

O empoderamento para o marketing

No marketing, o empoderamento traz recursos para ajudar os consumidores no processo de tomada de decisão de compra, ou seja, eles estão mais empoderados, e se sentem mais à vontade em demonstrar sua opinião na internet, por conta disso é necessário que a empresa esteja atenta às necessidades e desejos específicos dos consumidores, de forma a proporcionar uma experiência melhor com a marca. 

A tendência é entender cada vez mais os clusters de consumidores e desenvolver produtos e ações específicas. O sucesso da interatividade entre empresas e consumidores depende da compreensão das necessidades e de como esses clusters interagem com os produtos e serviços. A interação com a marca, o nível de satisfação e o engajamento, são ótimos indicadores para avaliar o quanto o público está envolvido com a marca e o quanto a experiência do usuário pode ser otimizada.

As empresas, portanto, devem buscar formas diferenciadas de se conectar aos diferentes canais e públicos, pois cada um reage de uma forma e almeja ter uma experiência diferente de consumo.

Internet e o empoderamento do consumidor

A internet possibilitou uma gama de informação aos consumidores. Antes de adquirir um produto ou serviço, a tendência é que o consumidor faça uma ampla pesquisa a respeito. O novo consumidor agora tem conhecimento o suficiente para saber o que quer comprar, onde comprar, suas especificações, qual loja tem o melhor custo-benefício, analisando experiências e feedbacks de pessoas que já usaram ou testaram determinado produto ou serviço.

Oferecer diversos canais de atendimento pode melhorar o relacionamento com o cliente. Sendo assim, é fundamental que a empresa, além de interagir e criar um relacionamento ainda mais próximo com o consumidor, também esteja presente nas mesmas redes sociais que ele, visto que, quanto mais estreito o relacionamento, mais a chance deles se tornarem clientes fiéis e que indiquem a marca para conhecidos.

Como se adaptar ao empoderamento do consumidor?

Como foi visto, o primeiro passo é entender o novo consumidor. Depois, é preciso adaptar as táticas e estratégias de venda para ele. Pode-se entender que o estudo sobre o comportamento do consumidor envolve interpretar como as pessoas pensam e se comportam para satisfazerem suas necessidades e desejos por meio do consumo. Por consequência, para que as empresas se mantenham atualizadas, é importante que a organização busque conhecer profundamente o seu público-alvo e o acompanhe de perto, ou seja, procure entender seus desejos, os motivos que o levam a comprar ou não determinado produto ou serviço.

Como o novo consumidor possui necessidades diferentes, mudar as estratégias para atingi-lo é um bom começo. Por exemplo, a mudança pode começar pelo modelo de divulgação dos produtos e serviços ou até mesmo pelos canais de atendimento ao cliente. Com isso, é possível aumentar a interação do consumidor com a marca.

Resumindo, é preciso ser acessível. É preciso estar onde o cliente está. Assim, a promoção de serviços deve ser de acordo com o perfil do consumidor. Isso permite que as campanhas sejam veiculadas nos horários que seu público-alvo esteja mais ativo e engajado. Disponibilizar feedbacks de outros consumidores é imprescindível para que os clientes possam conhecer melhor produto ou serviço. O novo consumidor leva em conta a opinião de seus clusters, pois são baseadas em realidades mais próximas. Essa escolha baseada em feedbacks de outros consumidores aumenta a confiabilidade da empresa, portanto, se tiver conteúdo de influenciadores ou usuários falando positivamente da sua marca, faça bom uso  disso, compartilhe.  Isso enriquece a experiência do consumidor e tende a aumentar a taxa de visibilidade e credibilidade da marca!

 

 

Comunidade Sebrae
Ler matéria completa
Indicados para você