[ editar artigo]

Como a tendência da vaidade masculina está impulsionando o mercado da beleza!

Como a tendência da vaidade masculina está impulsionando o mercado da beleza!

Por: Luciano Do Marco Campos

A algum tempo atrás a vaidade foi considerada um atributo apenas para o público feminino, os homens que eram vaidosos eram prejulgados. Nos dias de hoje, podemos ver que os homens estão cada dia mais preocupados com a aparência corporal, esses cuidados masculinos podem estar conectados muitas vezes ao bem-estar, autoestima e sucesso profissional e pessoal.  Diante disso, a vaidade masculina está impulsionando o mercado da beleza no mundo e no Brasil. As mulheres ainda estão liderando o setor, mas cada vez mais, os homens têm sido importantes no mercado de beleza brasileiro.

São muitos itens só para homens: creme para barbear, creme para cabelo, esmalte, tintura para cabelos, creme pra depilar, para tirar ruga, para reduzir abdômen, cintas modeladoras e etc...

 Uma das motivações que impulsionam o setor tomando como base a mudança do comportamento masculino em relação à própria beleza são as:

  • Boa imagem como forma de promover um bom marketing pessoal:
  • Buscar por satisfação com a própria imagem:
  • Envelhecimento da população:
  • Melhora na autoestima:
  • Ser mais saudável:
  • Estilo

A vaidade masculina está em constante expansão e a profissionalização dos profissionais de estética e de novos produtos se fazem necessários para melhorar o atendimento desse público. O mercado global de beleza masculina alcançou o valor de US$ 57,7 bilhões em 2017, segundo relatório da Research & Markets. A previsão da consultoria é de que a soma chegue aos US$ 78,6 bilhões em 2023. O mercado brasileiro é o segundo maior do mundo, atrás apenas dos EUA. “Quando se fala em cosméticos, o Brasil está sempre nas primeiras colocações dos rankings”, afirma o coordenador de varejo da FGV, Maurício Morgado.

De acordo com uma pesquisa encomendada pela Associação Brasileira da Industria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) em 2016, 45% dos entrevistados se declararam vaidosos. Tratamentos para o cabelo e pele entraram na rotina masculina. Segundo os dados, 54% dos homens afirmaram que vão com frequência ao salão e 40% deles agendaram consultas com dermatologistas (ABIHPEC, 2018).

Enfim, vaidade não é mais coisa de mulher: os homens estão cada vez mais rigorosos com seu bem-estar e aparência, e esse público tem impulsionado o mercado da beleza no Brasil e no mundo.

Email: lmcampos@pr.sebrae.com.br

Instagran: lucianopiracicaba

Facebook: Luciano do Marco Campos

Linkedin : Luciano do Marco Campos

Serviços de Beleza

Ler conteúdo completo
Indicados para você