[ editar artigo]

Barack Obama - Insights da Palestra no Brasil

Barack Obama - Insights da Palestra no Brasil

Tive o prazer de assistir ao vivo à palestra do ex-presidente dos EUA, Barack Obama, no VTEX Day. A presença que ele possui é algo diferente de tudo que já vi, fazendo com que +10.000 pessoas ouvissem suas palavras atentamente em mais de 1 hora de conversa.

Estes são os principais insights que aprendi do que ele falou hoje. Espero que contribua contigo.

Ou você alcança o sucesso, ou você aprende muito no caminho.

Obama começa a sua palestra relembrando o fato de que o sucesso depende, sim, de sorte. Por mais que haja a competência no processo, é preciso de oportunidade para desempenhar o seu melhor e conseguir colher os melhores frutos disso.

Assim, ele ressalta a importância de desenvolvermos um ambiente que favoreça oportunidades. Ou seja, em que as pessoas adquiram capacidade e sejam incentivadas a tentar, testar, se arriscar. Algumas vão conseguir melhores resultados que outras. Mas todas vão aprender no processo.

Esta é uma referência ao ditado do Nelson Mandela: "I either win or learn."

As pessoas evitam opiniões que contradizem as suas. Isso é um grande erro.

Partindo da premissa de que é impossível ter um conhecimento profundo sobre todos os assuntos, se faz necessário estarmos rodeados de pessoas melhores que nós, em suas áreas de conhecimento.

O que difere um líder bom de um líder fantástico é a equipe que cada um consegue montar para trabalhar contigo.

Especialmente se estas tiverem opiniões diferentes que a sua, com outras perspectivas. Esta riqueza de pensamento mostra o quando Barack valoriza o diálogo e foge do viés da confirmação. Não poderia concordar tanto com uma ideia.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Ser inclusivo é aumentar o quantidade de talentos disponíveis.

Usando os exemplos da Favela Brasileira e do Basquete americano, Obama explica o quanto aumentar a quantidade de oportunidade faz com que mais talentos apareçam.

Conforme a NBA ficou mais popular no mundo, mais pessoas se interessaram pelo jogo, mais pessoas começaram a jogar e, assim, mais talentos surgiram. De todos os lugares do mundo.

Talentos não estão presos geograficamente, portanto, ao incluir mais pessoas "no jogo", a oferta qualificada cresce na mesma proporção. Quando não se inclui, acabamos deixando estes talentos fora do jogo.

Houve muitas outras coisas bacanas que ele trouxe para o bate-papo. Espero que tenhamos grandes líderes como ele no futuro.

Abraços e até a próxima!

#toinfinityandbeyond

Comunidade Sebrae
Diogo Becker
Diogo Becker Seguir

Nerd, curioso, desenhista e filósofo nas horas vagas.

Ler matéria completa
Indicados para você