[ editar artigo]

Crédito - 4 Linhas de Fomento para Empresas de Tecnologia

Crédito - 4 Linhas de Fomento para Empresas de Tecnologia

Cenário

O Zoom passou de 10 milhões para 200 milhões de usuários em um único mês,  dos quais, foram mais de 290 mil downloads somente no Brasil. Falando deste cenário nas empresas de Tecnologia, a FGV estima que cerca de 30% dos negócios que adotarem o formato de home office durante a pandemia continuarão atuando desta mesma forma com o fim da crise.

Isso nos traz ao que o autor Klaus Schwab em seu livro “A quarta revolução industrial”: “estamos a bordo de uma revolução tecnológica que transformará fundamentalmente a forma como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos.

Segundo a pesquisa TIC Domicílios, 70% da população brasileira utiliza internet. Desse número, 48% adquiriu ou usou algum tipo de serviço online, como aplicativos de carros, serviços de streaming de filmes e música, ou pedido de comida, todos dentro de atividades de e-commerce. E assim, não é somente o número de pessoas que consomem pela internet que mudará.

Embora, o Brasil se mantenha em 9º lugar no ranking mundial de investimentos em TI no ano de 2019, de acordo com a prévia do estudo “Mercado Brasileiro de Software e Serviços” da ABES com IDC. Para crescer ou se manter nesse período, as empresas de Tecnologia podem também necessitar de crédito no mercado.

Linhas disponíveis para solucionar estas demandas neste período

De forma geral, o desenvolvimento das empresas de tecnologia e até mesmo a manutenção das operações realizadas por elas, podem demandar de um acesso a crédito no mercado. Com base nessas demandas, selecionamos algumas linhas de crédito que podem auxiliar nesse período. Linhas que foram levantadas com base nos atendimentos de empresas de Tecnologia pelo Sebrae PR neste período de pandemia.

Crédito para Capital de Giro

BB GIRO EMPRESA

Capital de giro para empresas que faturam a partir de R$ 1 milhão, com necessidade de condições flexíveis para pagamentos. Podendo ser utilizado para compra de estoque, pagamento de fornecedores e para aproveitar as oportunidades de negócios. Pagamento em até 36 meses, e carência de até três meses para o pagamento da primeira parcela.

"TAXAS (% MÊS)"

  • "12 meses: a partir de 1,20%.
  • 36 meses: a partir de 1,68%."

 

Crédito Emergencial COVID-19

BRDE

O Programa emergencial de crédito para recuperação da economia da Região Sul, BRDE Recupera Sul, tem a finalidade de prover capital de giro, mas modalidades de microcrédito (de forma indireta) e crédito empresarial (de forma direta e indireta) para as empresas da Região Sul na recuperação da economia frente à retração advinda da COVID-19, de modo a possibilitar a retomada do crescimento econômico, com a geração de emprego e renda.

O Público-Alvo são Micro, pequenas e médias empresas de todos segmentos. Grandes Empresas do setor do comércio e serviço. Os valores levantados para as empresas são de R$ 200 mil até R$ 1.500.000,00, conforme porte da empresa

• Prazos: até 24 meses de carência + 36 meses amortização=60 meses;

"TAXAS (% MÊS)"

  • a partir de 0,55% ao mês (*)

(*) conforme análise, considerando a SELIC em 3,75% aa.

 

FOMENTO - PARANÁ RECUPERA LINHA GIRO

É um pacote de medidas emergenciais do Governo Paraná para a manutenção de empregos, renda e pagamento de salários em empreendimentos informais, MEI, Micro e Pequenas Empresas em razão dos efeitos da Covid-19 (Coronavírus) na economia paranaense. A Fomento Paraná participa deste pacote de medidas oferecendo crédito para os empreendedores, até o limite de R$ 200 mil. Pagamento em até 36 meses e carência de até 12 meses, mas este prazo de carência diminui o prazo de amortização das parcelas.

  • Paraná Recupera Linha Giro – Valores até R$ 6.000,00; e
  • Paraná Recupera Linha de Capital de Giro Emergencial – Valores de R$ 6.000,00 a R$ 200.000,00.

"TAXAS (% MÊS)"

  • 0,41% ao mês / 5,09% ao ano – Taxa Fixa

 

Manutenção do Emprego

BB FOPAG COVID-19

Está é uma linha de crédito pensada para ajudar a financiar a folha de pagamento de funcionários nesse momento: a Fopag Covid-19. O crédito conta com repasses de fundo emergencial aprovado pela União para financiar, pelo período de dois meses, a folha de pagamento de pequenas e médias empresas.

Essa linha foi preparada para as empresas que tiveram faturamento bruto anual, em 2019, acima de R$ 360 mil até R$ 10 milhões. Ela vale para quem já possui o

convênio de Folha de Pagamento (Fopag) ativo e formalizado com o BB. E tem que ter realizado, no mínimo, uma remessa entre dezembro de 2019 e 17 de abril de 2020.

Por fim, valem as regras de outras linhas de crédito: as operações da empresa no BB devem estar em dia e não podem existir débitos com o Sistema de Seguridade Social. No máximo, até dois salários mínimos (R$ 2.090,00) mensais para cada funcionário da empresa. Podem ser feitos mais de um contrato por mês, desde que o total pago por funcionário não seja superior ao montante de R$ 2.090,00. Carência de 180 dias

"TAXAS (% ANO)"

  • Taxa de 3,75% a.a.

 

COMUNIDADE

Espero que este conteúdo tenha ajudado sua empresa a encontrar alguma linha de crédito para que possa manter ou até mesmo crescer nesse período de pandemia. Caso conheça outras linhas que podem contribuir para empresas de tecnologia, compartilhe com a comunidade nos comentários aqui abaixo. Abraço!

Tecnologia e Negócios Digitais

Comunidade Sebrae
Vinicius Mello
Vinicius Mello Seguir

Vinícius Mello é Head da Comunidade de Negócios Digitais e Coordenador de Tecnologia no SEBRAE/PR. Mestre em Engenharia de Produção, pela UTFPR. Trabalha com projetos de tecnologia e inovação para empresas de alto potencial e negócios digitais.

Ler conteúdo completo
Indicados para você