[ editar artigo]

[Conteúdo com vídeo] 5 grandes ações do Inbound Marketing

[Conteúdo com vídeo] 5 grandes ações do Inbound Marketing

 

O grande objetivo das empresas é construir uma boa presença online. Uma das formas de criar campanhas que impactem diretamente o público é por meio de ações de Inbound Marketing.

De uma maneira simplificada, o Inbound Marketing é um conjunto de estratégias que têm como objetivo atrair voluntariamente os consumidores para o site da empresa e baseia-se no relacionamento com o consumidor em vez de propagandas e interrupções.

A principal diferença entre o marketing tradicional - chamado de Outbound Marketing - e o Inbound Marketing é que, no segundo, quem procura a empresa é o cliente, e não o contrário. Assim, podemos definir o Inbound Marketing como marketing de atração.

 

Neste contexto, são realizadas ações com o intuito de atrair o potencial cliente para o seu blog ou site e, a partir dessa atração, é feito todo um trabalho de relacionamento com essa pessoa. Esse relacionamento é realizado por meio de conteúdo personalizado e autoral.

O conteúdo ofertado ao consumidor é uma forma de educar a audiência e potenciais clientes sobre o segmento de sua empresa, transformando-a em referência em determinado assunto relacionado ao seu mercado e influenciando na decisão de compra de futuros clientes.

Dessa forma, o Inbound Marketing serve para aumentar a visibilidade do seu negócio, diminuir o custo de aquisição de seus clientes, atrair clientes em potencial, gerar conteúdos que fazem a diferença e otimizar o processo de vendas.

Etapas do Inbound marketing

O marketing de atração segue etapas e processos mais definidos que o marketing tradicional que podem ser ajustadas de acordo com a campanha.

1. Atrair

O objetivo da primeira etapa é atrair potenciais clientes com conteúdos educativos de acordo com os assuntos de interesse do público e que estejam relacionados à área de atuação do seu empreendimento. O conteúdo produzido deve ter a intenção de auxiliar as pessoas e não possuir apelo comercial. Essa é uma maneira de educar sua audiência e se tornar referência no assunto relacionado ao seu nicho de mercado.

2. Converter

Pesquisas apontam que empresas B2C que produzem conteúdo mais de dez vezes ao mês têm quase três vezes mais tráfego do que aquelas que escrevem uma vez ao mês. Além disso, é possível obter quatro vezes mais leads.

Nessa etapa, o visitante deve avançar no processo de compra e se tornar um lead. Você pode fazer essa conversão por meio da oferta de algum material (ebook, webinar etc) em troca de informações relevantes, como o e-mail e telefone. Isso é feito por meio das landing pages, que possuem um formulário para o usuário preencher os seus dados e fazer o download.

Outra forma de iniciar o relacionamento com o consumidor é fazê-lo deixar suas informações em formulários nas áreas de “Fale Conosco”, pedidos de orçamento, cadastro de newsletter entre outros.

3. Relacionar

Agora que você conseguiu o lead, é hora de nutri-lo até que ele esteja pronto para realizar a compra. Nessa fase, é essencial enviar conteúdos que despertem a atenção dele. Além disso, é essencial prepará-lo para o recebimento de propostas comerciais, que pode ser via e-mail.

Para que a sua empresa não caia no esquecimento do lead, é preciso ofertar conteúdos personalizados e de qualidade, como e-mail marketing personalizado. Porém, o conteúdo de ser enviado na medida certa a fim de evitar saturação.

4. Vender

Após a nutrição do lead, é preciso fazê-lo entender por que sua empresa é a melhor opção para o fechamento do negócio. Nessa etapa, os materiais utilizados podem ser um pouco mais aprofundados, como depoimentos de clientes, apresentações de resultados, cases de sucesso etc. Assim, o fluxo de conteúdos que lead recebeu desde a primeira etapa vai deixar claro que a sua marca tem autoridade sobre o assunto dentro do seu segmento.

5. Analisar

O Inbound Marketing é uma excelente ferramenta de análise das estratégias que foram traçadas. Com ele, é possível mensurar cada ação separadamente. Assim, pode-se verificar o que está dando certo e descartar as ações que não estão trazendo resultados positivos. Nessa última etapa, é fundamental utilizar ferramentas que automatizam o processo e fornecem dados para medições constantes, como o RD Station e o Google Analytics.

Cases de sucesso

Coca-Cola

Sabemos que a Coca-Cola é uma marca mundialmente conhecida e que investe pesado nas ações de marketing. Para aproveitar as estratégias do Inbound Marketing, a marca criou o “Coca-Cola Journey”, um portal de notícias online que produz conteúdo em larga escala e várias postagens diárias. Além disso, a Coca-Cola investe em ações de e-mail marketing, disponibilizando aos usuários conteúdos como as newsletters e informações relevantes sobre suas ações sociais por meio da página Coca Movimento Coletivo.

No YouTube, a marca produz vídeos com conteúdos que reforçam seu conceito a fim de estreitar laços com os consumidores.

Nike

A Nike é outra marca que se adaptou muito bem ao conceito do Inbound Marketing. Ela produz conteúdo para diversas mídias. Uma campanha que viralizou foi o vídeo “Make It Count”, que atingiu o público por meio do YouTube. No vídeo, o youtuber Casey fez a divulgação da Fuelband - uma pulseira que monitora todas as suas atividades físicas durante dez dias em uma viagem ao mundo com um amigo. Assim, a marca esportiva criou conteúdo relevante e ao mesmo tempo fez publicidade de maneira brilhante.

Para alcançar o público online, empresas de todos os portes estão utilizando o Inbound Marketing. Assim, é possível aproveitar as estratégias de atração para desenvolver um relacionamento autêntico com seus clientes a fim de retê-los e fidelizá-los.

Marketing Digital

Comunidade Sebrae
Ler conteúdo completo
Indicados para você